Classificados gratuitos ditaram o fim do Miau.pt

O site teve aproximadamente 150 mil utilizadores com actividade nos últimos seis meses e, até Maio, fazia entre oito a nove mil transacções mensais.

Uma imagem do Miau.pt em 2001
Foto
Uma imagem do Miau.pt em 2001 Internet Archive

O site de leilões Miau.pt, lançado em 2000 e um histórico dos sites de vendas na Internet em Portugal, vai ser encerrado a 1 de Setembro. A concorrência de sites como o OLX e Custo Justo, com um modelo de anúncios classificados gratuitos, acabou por determinar o fim do site do grupo Sonaecom (também dono do PÚBLICO).

Já em Maio, o Miau avisara os utilizadores de que o serviço seria encerrado. Os meses que se seguiram até ao encerramento serviram para que pudessem terminar os negócios em curso na plataforma.

O site fechou devido às ofertas de sites de classificados sem custos para o utilizador, explicou a administradora do Miau (e também do PÚBLICO), Cristina Soares, que não especificou os resultados financeiros da empresa, notando que o negócio se foi "deteriorando". Enquanto o Miau recebia uma comissão em cada transacção, outras plataformas permitem que todas as vendas se processem sem custos para comprador e vendedor. Nos casos destes sites, as receitas vêm da venda de serviços adicionais, como a colocação dos anúncios em local de destaque.

Para além disso, observou Cristina Soares, a concorrência tinha meios para investimento publicitário de que o Miau não dispunha.

O Miau teve aproximadamente 150 mil utilizadores com actividade nos últimos seis meses e, até Maio, fazia entre oito a nove mil transacções mensais, de acordo com números da empresa.

Actualmente, o site já não tem conteúdos. Os links nas páginas (por exemplo, os que permitiam ver as diferentes secções ou os artigos mais recentes) estão a apontar para o site de anúncios Coisas.com, de uma empresa portuguesa chamada FixeAds, que é também proprietária do site de anúncios de automóveis Standvirtual, do site de imobiliário Imovirtual e ainda das versões para Portugal, Angola e Moçambique do popular OLX.

O redireccionamento dos links do Miau.pt para o Coisas.com acontece no âmbito de uma parceria comercial, explicou Cristina Soares, esclarecendo que o Miau não será absorvido por nenhum concorrente e que vai ser definitivamente encerrado.

O director executivo da FixedAds, Miguel Mascarenhas, numa resposta enviada através do assessor de imprensa, afirmou que se trata “de uma parceria comercial através da qual os portais da FixeAds anunciam no Miau.pt através de banners e links”.