DR
Foto
DR

Capicua - “Língua Franca”

Café Aviz

Capicua nasceu no Porto, onde cresceu a gostar de rimas e de palavras ditas ao contrário. Aos 15 descobre o hip-hop e, algures entre Lisboa e Barcelona, estuda sociologia e faz um doutoramento. Rapper militante há vários anos, deixa de ser um dos segredos mais bem guardados da cena underground, com o álbum homónimo que edita em 2012 (pela Optimus Discos) e que lhe valeu o carinho do público e o reconhecimento da crítica. O ano de 2013 começa com nova mixtape (“Capicua goes West”) e acabará com um disco pronto. 

“Língua Franca” é a língua que nos une, a que nos comunica. É a franqueza de quem diz palavras simplesmente, de coração na boca, com a voz encavalitada no silêncio. Como se nos roubassem toda a música e ficassemos a sós com elas. Dizendo-as a seco, desbocadamente, num poema, em prosa, em conversa. E durante algum tempo, para quem ali estiver, delas será exclusivo qualquer impacto! Para dizer em silêncio algumas letras ou outras tretas perdidas em gavetas estarão Aline Frazão, Maze (Dealema), André Henriques (Linda Martini) e Capicua.