O Entremuralhas, festival gótico no gótico Castelo de Leiria

O festival inicia-se sexta e decorre até domingo. Recebe bandas como os Deine Lakaien, Kap Bambino ou Spiritual Front

Fotogaleria
Os Deine Lakaien serão a primeira banda a actuar na edição 2013 do Entremuralhas DR
Fotogaleria
O cenário da primeira edição do festival, em 2010 Cortesia ENTREMURALHAS

À quarta edição já faz parte da cidade que o acolhe. À quarta edição, já entrou no roteiro de festivais da comunidade gótica. Fê-lo porque não é declarada e simplesmente um festival de góticos para góticos. “O Entremuralhas é um festival gótico porque decorre numa estrutura medieval gótica”, dizia-nos há dois anos o director artístico Carlos Matos.

Entre muralhas, precisamente. As do Castelo de Leiria, que acolhe entre sábado e domingo 737 espectadores (número adequado para assegurar o conforto de espectadores e património) para ouvir bandas como os Nacht Mahr, Merciful Nuns, Spiritual Front, Kap Bambino ou Naevus. O festival arranca esta sexta-feira, ainda fora do Castelo. O Teatro José Lúcio da Silva receberá às 21h30 os alemães Deine Lakaien, nome histórico da darkwave, duo formado por Alexander Veljanov e Ernst Horn que faz a ponte entre os Einstürzende Neubauteu e as vanguardas da música erudita do século XX.

Sábado e domingo, então sim, o Castelo. Entre três palcos, o Corpo, o Alma e o da Igreja da Pena, ouvir-se-ão sábado sons que vagueiam entre o techno industrial dos austríacos Nachtmahr, o gótico à italiana dos Spiritual Front (ou seja, há Morricone no horizonte) e o fascínio pelos Joy Division dos Lebanon Hanover, duo dividido entre Berlin e Newcastle. Domingo, antes do festim rítmico, tudo excesso, dos franceses Kap Bambino, chegarão, por exemplo, as paisagens musicais medievais, actualizadas aos tempos modernos, dos alemães Qntal.

O festival é uma co-organização entre a Câmara Municipal de Leiria e a associação Fade In, responsável em grande parte pela programação de música das margens na cidade – em Outubro, por exemplo, levará a Leiria Blixa Bargeld, vocalista dos Einstürzende Neubauten, para apresentar Still smiling, álbum que o reuniu ao compositor italiano Teho Tehardo.

Em declarações à Lusa, Gonçalo Lopes, vice-presidente da Câmara Municipal de Leiria, classifica o Entremuralhas como um “sucesso”. Leva à cidade público vindo dos quatro cantos do mundo (Rússia, Israel, Alemanha, Espanha ou Brasil) e, à quarta edição “já há uma relação perfeita entre os leirienses e os participantes no festival”, destaca.

O passe para os três dias custa 80€. Os bilhetes individuais custam entre 20€ (para o concerto de sexta) e 35€ (para os restantes). Passes para dois dias estão disponíveis entre 55€ e 60€.