Esgotos fecham duas praias de Quarteira por dois dias

Descarga devido a falha em estação elevatória faz subir bandeira vermelha no Forte Novo e Quarteira Nascente.

Foto
Poluição foi causada por descarga de esgotos Imagem TVI

O alerta foi dado por volta das 11h, quando na praia de Forte Novo começou a ser visível o corrimento de água acastanhada vindo de uma conduta, que desagua numa zona junto às rochas, e normalmente só rejeita águas pluviais. O mau cheiro denunciava também que algo não estaria bem.

"Mandámos uma equipa de piquete, que considerou que a responsabilidade não era da câmara mas sim da Águas do Algarve", afirma o presidente da Câmara de Loulé, Seruca Emídio. A empresa do grupo Águas de Portugal, responsável pela gestão dos sistemas de abastecimento de água e saneamento de águas residuais no Algarve, detectou depois a origem do problema.

"Houve uma avaria numa das bombas da estação elevatória de Quarteira nascente, que faz a junção dos esgotos domésticos. A suplente, que deveria ter começado a funcionar automaticamente, não o fez", explica o autarca. Resultado: os esgotos foram automaticamente despejados para a conduta de águas pluviais, acabando por sair na praia, deixando um rasto de poluição que afectou as praias do Forte Novo e de Quarteira nascente.

Segundo Seruca Emídio, a bomba suplente foi já posta a funcionar. "O caudal a montante já baixou e a situação já foi normalizada. Desde as 14h deixou de haver corrimento para as praias", garante o autarca. Ainda assim, a bandeira vermelha, que tinha sido hasteada esta manhã, vai continuar içada. "Por questões de segurança vai permanecer assim pelo menos durante 48 horas, como exigem as normas", afirma.

Na segunda-feira de manhã a Agência Portuguesa do Ambiente fará uma análise à água naquela zona para apurar se a poluição se mantém. Só então será possível determinar se os banhistas podem regressar ao mar em segurança na terça-feira, embora muitos tenham tomado banho mesmo assim, diz o presidente da câmara.

"Desde que foi dado o alerta até agora, não houve qualquer queixa de mal-estar", garante o autarca.