Crónica de jogo

Sporting de Leonardo Jardim mostrou pela primeira vez a sua má face

Os "leões" estiveram a vencer mas deixaram o adversário dar a volta ao marcador.

Carrillo marcou um dos golos do Sporting
Foto
Carrillo foi titular frente ao West Ham Rafael Marchante/Reuters

O Sporting de Leonardo Jardim sofreu nesta segunda-feira, em Portimão, a primeira derrota. Na partida de estreia da 13.ª edição do Torneio do Guadiana, chegou ao intervalo a vencer, mas na segunda parte o West Ham deu a volta ao resultado e ganhou, com justiça, por 3-2. O resultado penaliza a pouca inspiração “leonina” na pior exibição sportinguista nesta pré-época.

A principal novidade no “onze” de Jardim foi Welder. O defesa direito estreou-se a titular, mas não teve grandes oportunidades para brilhar. Na outra lateral, Evaldo voltou a merecer a confiança do treinador e continua a somar pontos na luta por um lugar no plantel.

No meio-campo, parece não haver dúvidas sobre o nome de duas das peças do puzzle sportinguista (André Martins e Adrien), restando a dúvida sobre quem ganhará a luta pelo lugar de médio mais defensivo. Depois de o jovem William Carvalho deixar boas indicações nas últimas partidas, foi a vez de Rinaudo ocupar a posição “6”. O argentino mostrou a combatividade de sempre, mas pouco mais. Após a estreia auspiciosa a titular frente ao Nacional, Montero voltou a jogar na frente do ataque. No entanto, o colombiano esteve apagado e tocou apenas meia dúzia de vezes na bola.

A partida começou com um bom remate de Carrillo, mas o primeiro quarto de hora foi dominado pelos ingleses que, aos 13’, estiveram perto do golo: Cole atirou à barra e na recarga Nolan rematou por cima. Sem conseguirem ganhar a luta a meio-campo, os “leões” sentiam dificuldades para chegarem perto da baliza contrária, mas no último minuto da primeira parte o Sporting marcou: Taylor pareceu contar a bola com o peito, o árbitro assinalou penálti e Capel não desperdiçou a oportunidade de colocar a equipa de Lisboa a vencer.

A vantagem não serviu de tónico para o Sporting que após realizar uma primeira parte cinzenta, esteve ainda pior nos últimos 45 minutos. Com uma exibição a fazer lembrar os piores momentos da época passada, os “leões” ofereceram brindes aos londrinos que, sem carregar muito no acelerador, deram a volta ao marcador com golos de Nolan (58’) e Morrison (59’ e 80’). Evaldo, aos 84’, fixou o resultado final em 3-2 favorável aos ingleses.

Ficha de Jogo

Sporting, 2

West Ham, 3

Jogo no Estádio Municipal de Portimão, em Portimão.

Assistência Não disponível.

Sporting Marcelo Boek; Welder, Maurício, Rojo, Evaldo; Rinaudo, André Martins, Adrien Silva; Carrillo, Capel, Fredy Montero. Jogaram ainda Chaby, William Carvalho, Cissé, Magrão. Treinador Leonardo Jardim.

West Ham Jaaskeleinen; Reid, Morrison, Tomkins, O’Brien; Noble, Nolan; Taylor, Joe Cole, Jarvis; Maiga. Jogaram ainda Rat Treinador Sam Allardyce.

Árbitro Ricardo Martins (Algarve)

Amarelos Reid (7'), Rojo (32'), Maiga (32').

Golos Capel (g.p.) 45'+4', Nolan (58'), Morrison (59', 80'), Evaldo (84')

Notícia corrigida dia 6 de Agosto, rectificando a legenda da foto.