Só faltaram os golos num dia histórico para o Estoril

Equipa estorilista empatou (0-0) com o Hapoel Ramat Gan na primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa

Marco Silva orientou o Estoril no primeiro jogo “europeu” da história do clube
Foto
Marco Silva orientou o Estoril no primeiro jogo “europeu” da história do clube Enric Vives-Rubio

O dia 1 de Agosto de 2013 ficará para sempre na história do Estoril: é a data que marcou a estreia do emblema da Linha nas competições europeias. A equipa orientada por Marco Silva não foi além do empate (0-0) na recepção aos israelitas do Hapoel Ramat Gan, em partida da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa. Apesar de ter mostrado que há arestas por limar, o Estoril deixou boa imagem e pode aspirar a seguir para o play-off da competição – precisa de ganhar (ou, no mínimo, obter um empate com golos) na visita a Israel.

Frente a um adversário praticamente desconhecido – o Hapoel Ramat Gan jogará esta temporada na segunda divisão israelita, após ter sido último classificado no campeonato em 2012-13 – mas que garantiu a presença na Liga Europa graças à vitória na Taça de Israel, o Estoril entrou em campo com quatro reforços: Babanco, Filipe Gonçalves, João Pedro Galvão e Sebá. Não deu para esquecer as saídas mais sonantes, que foram as de Jefferson (Sporting), Steven Vitória (Benfica), Carlos Eduardo e Licá (FC Porto). Mas o Estoril teve as melhores oportunidades de golo da partida e só pode queixar-se da própria falta de pontaria.

O primeiro sinal de perigo pertenceu à equipa da casa: Babanco marcou um livre directo no lado direito do ataque, que o guarda-redes Straus afastou (5’). O guardião israelita voltou a brilhar aos 22’, com uma enorme defesa que evitou o golo de Carlitos.

A formação israelita ameaçou a baliza do Estoril por intermédio de Diamant, que entrou na área pelo lado esquerdo, livre de marcação, e rematou para defesa de Vagner (11’). Logo a abrir a segunda parte, o Hapoel Ramat Gan voltou a criar perigo: Diamant colocou a bola em Buzaglo, que em boa posição rematou cruzado, mas ao lado.

A partir daí o Estoril tomou o comando das operações e teve uma oportunidade flagrante, mas que não conseguiu aproveitar – Evandro atirou a bola à trave da baliza israelita, e na recarga Luís Leal rematou para fora (62’).

“Temos capacidades para fazer um bom jogo na segunda mão”, vincou Marco Silva no final da partida. “Estivemos praticamente os 90’ a tentar atacar e o Hapoel a tentar sair em transição para o contra-ataque. Houve algum nervosismo, mas na segunda parte melhorámos. O jogo está em aberto, mas independentemente do ambiente que vamos encontrar em Israel e do clima, podemos passar a eliminatória”.

Ficha de jogo
Estoril, 0
Hapoel Ramat Gan, 0

Jogo no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril
Assistência 2584 espectadores

Estoril Vagner, Anderson Luiz, Bruno Miguel, Yohan Tavares, Babanco, Gonçalo, Filipe Gonçalves (Gladestony, 85’), Evandro, Carlitos (Gerso, 73’), João Pedro Galvão e Sebá (Luís Leal, 51’). Treinador Marco Silva

Hapoel Ramat Gan Straus, Levy (Cohen, 83’), Hazum (Addo, 70’), Soffer, Maabi, Romann, Lingane, Buksenbaum, Brossou (Buzaglo, 33’), Asayag e Diamant. Treinador Ariel Gilerovich

Árbitro Fredy Fautrel (França) Amarelos Maabi (8’), Asayag (44’), Levy (72’), João Pedro Galvão (80’), Soffer (80’) e Buzaglo (90+5’).

Liga Europa
Primeira mão da terceira pré-eliminatória
Trencin–Astra Ploiesti, 1-3
Petrolul Ploiesti–Vitesse, 1-1
Ventspils–Maccabi Haifa, 0-0
Dinamo Minsk–Trabzonspor, 0-1
Aktobe–Breidablik, 1-0
FK Jablonec–Stromsgodset, 2-1
Qarabag–Gefle, 1-0
FC Minsk–Saint Johnstone, 0-1
Chornomorets Odesa–Estrela Vermelha, 3-1
Randers–Rubin Kazan, 1-2
Zalgiris–Lech Poznan, 1-0
Tromso–Differdange, 1-0
Hacken–FC Thun, 1-2
Rijeka–MSK Zilina, 2-1
Botev Plovdiv–Estugarda, 1-1
FK Kukësi–Metalurg Donetsk, 2-0
Pandurii Targu Jiu–Hapoel Telavive, 1-1
FK Vojvodina–Bursaspor, 2-2
Slovan Liberec–Zurique, 2-1
Skoda Xanthi–Standard de Liège, 1-2
Saint-Étienne–FC Milsami Orhei, 3-0
Asteras Tripolis–Rapid Viena, 1-1
Swansea City–Malmö, 4-0
Siroki Brijeg–Udinese, 1-3
Slask Wroclaw–Club Brugge, 1-0
Motherwell–Kuban Krasnodar, 0-2
Hajduk Split–Dila Gori, 0-1
Estoril-Praia–Hapoel Ramat Gan, 0-0
Sevilha–Mladost Podgorica, 3-0
* os encontros da segunda mão disputam-se no dia 8 de Agosto