Crónica de jogo

Nova época, o mesmo FC Porto

Golo da vitória sobre o Celta de Vigo foi marcado por Jackson Martínez.

Jackson Martínez deu a vitória ao FC Porto
Foto
Jackson Martínez deu a vitória ao FC Porto Fernando Veludo/nFactos

O FC Porto versão 2013-14 apresentou-se aos sócios com uma vitória (1-0) sobre o Celta de Vigo. A equipa que alinhou durante a maior parte do tempo na partida disputada no Estádio do Dragão foi uma continuidade daquela que disputou a temporada passada. Foram poucas as caras novas nas opções iniciais – apenas Fucile e Iturbe, dois jogadores que regressam após empréstimo – e só na recta final do encontro o técnico Paulo Fonseca decidiu colocar em campo alguns dos reforços contratados.

Não houve surpresas de última hora na apresentação individual dos jogadores. Foram chamados 28 futebolistas ao relvado, entre os quais nove reforços: Reyes, Carlos Eduardo, Herrera, Josué, Tiago Rodrigues, Ghilas, Licá e Ricardo (a que se juntaram Fucile e Iturbe, regressados após empréstimo). Bernard, internacional brasileiro do Atlético Mineiro insistentemente apontado como reforço dos “dragões”, não foi apresentado. Tal como Rolando e Atsu, que se destacaram pela ausência, em mais um sinal de que estarão de saída do FC Porto.

Foi, portanto, mais um reencontro com velhos conhecidos do que uma apresentação – isso ficará para outra altura da temporada. Silvestre Varela (quinta época no Dragão) deu o primeiro sinal de perigo, com um remate cruzado que saiu por cima da baliza galega (3’). O golo surgiu dez minutos depois, por Jackson Martínez (segunda época no FC Porto). O colombiano (que partiu de posição irregular) ficou isolado após um grande passe de Lucho González e não teve dificuldades em inaugurar o marcador. Depois, Helton (nona época de azul e branco) aplicou-se para travar os remates de Charles (17’) e Krohn-Dehli (39’).

No segundo tempo as alterações foram-se sucedendo, mas as oportunidades de golo começaram a escassear. O Celta de Vigo foi a equipa que mais perto esteve do golo, mas Fabiano (que rendeu Helton ao intervalo) contrariou os remates de Nolito (65’) e Krohn-Dehli (75’).

O encontro não acabou sem alguns empurrões entre elementos do FC Porto e do Celta de Vigo, em pleno relvado. Tudo na sequência de um lance entre Nolito e Kelvin. O ex-Benfica foi repetidamente carregado em falta pelo brasileiro, e depois quis responder-lhe. Os ânimos ficaram exaltados, mas não demorou muito até que o árbitro desse a partida por terminada.

Ficha de Jogo

FC Porto, 1

Celta de Vigo, 0

Jogo no Estádio do Dragão, no Porto

Assistência 45.309 espectadores

FC Porto Helton, Danilo, Otamendi, Mangala, Fucile, Fernando, Defour, Lucho González, Iturbe, Silvestre Varela e Jackson Martínez. Jogaram ainda Fabiano, Josué, Kelvin, Maicon, Abdoulaye, Castro, Licá. Treinador Paulo Fonseca

Celta de Vigo Yoel, Hugo Mallo, Cabral, Vila, Fontàs, Toni, Oubiña, Augusto, Álex López, Orellana e Charles. Jogaram ainda Sergio, Túñez, Rafiña, Nolito, Bellvís, Madinda, David Rodríguez, Krohn-Dehli, Yelko Pino, Borja Fernández, Fernán e Goldar. Treinador Luis Enrique

Árbitro Hugo Pacheco (Porto)

Amarelos Toni (67')

Golos Jackson Martínez (13')