Videojogos no cinema

Depois do sucesso alcançado entre as comunidades de jogadores, o salto para o cinema é o passo seguinte para muitos videojogos. Mas nem todos conseguem ser bem sucedidos.

A Warner Bros. e a Legendary Pictures anunciaram recentemente a adaptação cinematográfica de World of Warcraft, um jogo online em que o jogador pode assumir o papel de personagens místicos como elfos ou gnomos. Esta será mais uma tentativa de converter um videojogo com uma forte narrativa e gráficos complexos para o grande ecrã.

Embora algumas adaptações tenham obtido algum sucesso, como Tomb Raider ou Resident Evil, que já vai no quinto filme, outras não conseguiram atrair audiências (Super Mario Bros. é a prova de que, embora um jogo seja extremamente popular no mundo das consolas, isso não quer dizer que esse sucesso se traduza no cinema).

Segue em baixo uma lista das adaptações cinematográficas de videojogos mais relevantes dos últimos anos: 

Lara Croft: Tomb Raider (2001) - Antes de Angelina Jolie assumir o papel da arqueóloga britânica, Lara Croft era conhecida como a protagonista da Tomb Raider, videojogo de aventura lançado em 1996. Os primeiro jogos estiveram a cargo da Core Design, embora a autoria dos capítulos mais recentes tenha ficado entregue à Crystal Dinamics. Em 2006 Lara foi nomeada a “Heroína Virtual Humana com maior sucesso de sempre” pelo livro de Recordes do Guiness. A adaptação gerou receitas de 275 milhões de dólares nas bilheteiras mundiais (cerca de 209 milhões de euros, ao câmbio actual).

Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (2010) - Criado por Jordan Mechner, o primeiro jogo foi produzido pela Apple Computers e lançado em 1989. Desde então, têm-se criado diversas sequelas que alcançaram um sucesso significativo, o que levou a Disney a filmar uma versão cinematográfica do videojogo. Jake Gyllenhal foi o escolhido para dar vida ao protagonista, o príncipe Dastan, enquanto o vilão da história ficou a cargo de Ben Kingsley, que interpretou o maquiavélico Vizir Nizam. Gemma Arterton interpretou a princesa Tamina, interesse romântico da personagem de Gyllenhal. Embora a adaptação tenha alcançado 335 milhões de dólares nos cinemas (255 milhões de euros), este valor não foi suficiente para a Disney autorizar a produção de uma sequela.

 

Mortal Kombat (1985) - A saga Mortal Kombat começou como um jogo dos salões de videojogos que transitou mais tarde paras as consolas caseiras. O lançamento do jogo de luta esteve envolto em polémica, uma vez que diversas associações de pais criticaram a violência excessiva e as finishing moves: sequências de golpes especiais que as personagens executam quando estão prestes a derrotar o adversário. Paul W. S. Anderson realizou a adaptação cinematográfica em 1995, contando com Robin Shou e Chistopher Lambert nos principais papéis. A adaptação obteve bastante sucesso na bilheteira, ao conseguir receitas de 122 milhões de dólares (93 milhões de euros) com um orçamento de 18 milhões de dólares (14 milhões de euros).

Resident Evil (2002) - O franchise de terror da Capcom foi criado por Shinji Mikami, tendo o primeiro jogo saído em 1996. O videojogo ganhou vida mais tarde na banda-desenhada, bonecos de acção e até mesmo no cinema. A modelo Mila Jovovich é a protagonista Alice nas adaptações cinematográficas do survival horror. O primeiro filme da saga conseguiu 102 milhões de dólares nas bilheteiras (cerca de 76 milhões de euros).

Hitman (2007) - O jogo de espionagem da IO Interactive gira à volta de um assassino por encomenda, o Agente 47. A adaptação para o grande ecrã estreou no final de 2007, contando com Tymothy Olyphant no papel do Agente 47 e Olga Kurylenko como a co-protagonista feminina. O Agente 47 seria interpretado originalmente por Vin Diesel antes de Olyphant o substituir, e Diesel continuou envolvido no filme como produtor executivo. O filme de acção conseguiu fazer 100 milhões de dólares nas bilheteiras (76 milhões de euros).

 

Max Payne (2008) - Max Payne foi desenvolvido em 2001 pela Remedy Entertainment. Embora tenha sido produzido inicialmente para o sistema operativo Windows, a Rockstar Games converteu o videojogo para a Playstation 2, Xbox, e Game Boy Advance. A versão cinematográfica de 2008 contou com Mark Wahlberg no papel principal, gerando receitas de 85 milhões de dólares nas bilheteiras mundiais (cerca de 65 milhões de euros).

Silent Hill (2006) - O primeiro jogo foi lançado em 1999 pela Team Silent. Embora possua várias semelhanças com a saga Resident Evil – que é a sua maior adversária – o nível de surrealismo e violência gráfica em Silent Hill consegue chegar a níveis impressionantes. A adaptação para o cinema do franchise de terror estreou em 2006, com Radha Mitchell e Sean Bean de Game of Thrones nos principais papéis, obtendo 98 milhões de dólares (75 milhões de euros) na venda de bilhetes de cinema. 

Super Mario Bros. (1993) - A Buena Vista tentou transformar a transposição da mascote da Nintendo para o grande ecrã num sucesso. Porém, a adaptação não correspondeu às expectativas, fazendo apenas 21 milhões de dólares (16 milhões de euros) nas bilheteiras, contra 42 milhões (32 milhões de euros) de orçamento. Bob Hoskins e John Leguizamo deram vida aos irmãos Mario e Luigi, respectivamente.