Moção de confiança discutida na segunda-feira

Foto
Todos os partidos condenam sanções, mas ainda não acertaram como o vão fazer DR

A moção de confiança que o Governo vai apresentar deverá ser discutida na próxima segunda-feira, no último plenário da actual sessão legislativa.

Esse é o calendário que está previsto, apurou o PÚBLICO. Na quarta-feira, a proposta de moção de confiança deverá dar entrada no Parlamento e deverá ser agendada na conferência de líderes que está marcada para esse dia. As moções (de confiança ou de censura) têm de ser discutidas no terceiro dia após a sua entrega na mesa da Assembleia da República. 

O último plenário marcado, previsto para segunda-feira, destinava-se a votações finais de diplomas do Governo que estavam pendentes nas comissões, designadamente o das 40 horas de trabalho na função pública e a requalificação da administração pública, que foram atrasados para não prejudicar as negociações com o PS em torno de um compromisso de "salvação nacional". 

O anúncio da moção de confiança foi feito ontem pelo próprio Presidente da República na sua comunicação ao país. Segundo Cavaco Silva, esse será o momento em que o Governo "explicitará as principais linhas de política económica e social até ao final da legislatura".

 

 
 
 
 
 

Sugerir correcção