Cria uma app que ajude as pessoas e concorre a 30 mil euros

Vodafone atribui 30 mil euros ao primeiro lugar de cada uma das categorias. O segundo ganha 15 mil e o terceiro, cinco mil euros

Foto
Jovens trabalham no desenvolvimento de apps num espaço de coworking em Berlim Thomas Peter/Reuters

A Fundação Vodafone lançou este ano um concurso europeu para aplicações móveis que tenham um impacto positivo na comunidade. As candidaturas, em quatro áreas distintas, estão abertas até 15 de Outubro.

Esta é a primeira edição do "Mobile for Good Europe Awards", um concurso levado a cabo pela Fundação Vodafone, em parceria com a AGE Platform Europe e o European Disability Forum, que pretende premiar aplicações móveis para Android e iOS.

O principal requisito é a demonstração de um "substancial benefício público", refere a organização, em comunicado. Ou seja, têm de ser aplicações que melhorem a qualidade de vida das pessoas e da comunidade.

Dividido em quatro categorias — Saúde, Acessibilidade, Educação e Mobilidade —, este concurso oferece prémios no valor total de 200 mil euros, que se destinam ao desenvolvimento das aplicações premiadas.

O primeiro lugar de cada uma das categorias recebe 30 mil euros, o segundo ganha 15 mil e o terceiro, cinco mil euros. A cerimónia de entrega dos prémios já tem data e local marcados: decorre a 5 de dezembro, em Bruxelas.