Alegre, Costa e Soares e Sampaio vão dar uma mão à campanha de Manuel Pizarro

O PS acredita que a vitória é possível e mobiliza-se. Manuel Alegre estará no Porto sexta-feira e Costa é esperado para a semana.

Foto
O presidente da federação distrital do PS quer o partido em peso e unido na disputa da Câmara do Porto ADRIANO MIRANDA

O PS vai entrar em força na campanha de Manuel Pizarro à Câmara do Porto.

Manuel Alegre, António Costa e Mário Soares vão participar em acções de campanha, que começa agora a aquecer os motores.

"O Porto é para ganhar e o PS vai participar activamente na campanha eleitoral", disse ao PÚBLICO o líder da distrital do Porto do PS, José Luís Carneiro, para quem "Manuel Pizarro tem todas as condições" para conquistar a autarquia. O líder da maior federação do PS apela à mobilização das bases e dos presidentes de juntas na campanha.

Manuel Alegre vai estar esta semana no Porto para dar o apoio formal ao seu correligionário de partido. Pizarro, os renovadores comunistas e o Movimento Intervenção e Cidadania, de Alegre, vão assinar, sexta-feira, um acordo programático.

Já para segunda-feira, está agendada uma "cimeira Porto-Lisboa" que reunirá António Costa, que se recandidata à câmara da capital, e Manuel Pizarro. Vão discutir o novo Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 para identificarem as oportunidades de financiamento que estes fundos, num valor global de 20 mil milhões de euros, potenciam.

O PÚBLICO sabe que também estão a ser feitas diligências junto do fundador e ex-líder do PS Mário Soares, bem como do ex-presidente da República Jorge Sampaio, para que participem na campanha.

"Este é o momento da viragem da campanha socialista que tem vindo a ganhar terreno nas sondagens", disse ao PÚBLICO José Luís Carneiro, para quem o "mito da invencibilidade de Luís Filipe Menezes [candidato do PSD à Câmara do Porto] caiu". José Luís Carneiro acredita que a candidatura do adversário social-democrata está em perda acentuada há "cinco meses", ao contrário do que sucede com o candidato do PS, à volta do qual, assegura, começa "já a formar-se a convicção da vitória".

A três semanas da apresentação das candidaturas, Manuel Pizarro ultima os contactos para a lista que vai apresentar ao executivo, mas já escolheu os sete candidatos para as juntas de freguesia da cidade.

O deputado e ex-líder da federação socialista do Porto Renato Sampaio encabeça a candidatura à presidência do agrupamento de juntas de freguesia do centro histórico da cidade, constituído pelas freguesias da Sé, Miragaia, Vitoria, S. Nicolau, Cedofeita e Santo Ildefonso.

Já Ernesto Santo lidera a lista para a Junta de Freguesia de Campanhã, na zona oriental da cidade, e Nuno Cruz foi escolhido para o Bonfim.

Para o agrupamento de Juntas de Freguesia de Lordelo e Massarelos, a aposta socialista recai em Artur Braga. Victor Arcos vai protagonizar a candidatura na nova freguesia de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde. Para disputar a Junta de Freguesia de Ramalde o PS aposta no ex-gestor Alfredo Fontinha, que já liderou aquela autarquia entre 1993 e 2001. Por seu lado, o gestor de empresas, Victor Monteiro, lidera a lista socialista para a Junta de Paranhos.

Manuel Pizarro destaca a "importância" de o partido apresentar uma "candidatura muito relevante ao centro histórico," o que, alega, "sustenta bem a ideia de valorizar as juntas do Porto". "Renato Sampaio é o coordenador dos deputados pelo distrito e foi presidente da distrital do Porto do PS durante seis anos", evidencia Manuel Pizarro, observando que o "PS optou por uma das figuras mais relevantes do PS no distrito".

Pizarro revela que ainda não há uma data definida para a apresentação das candidaturas, mas admite que sejam tornadas públicas "nos "próximos dias".

Sugerir correcção