Actor de Glee estava em grande forma dois dias antes da sua morte

Será feita uma autópsia ao corpo nesta segunda-feira. A polícia já excluiu a hipótese de assassinato.

Foto

Cory Monteith, protagonista da série musical Glee, aparentava estar em bom estado e feliz, dois dias antes da morte, avançou um dos seus primeiros mentores, Maureen Webb, à revista social norte-americana People.

“Ele parecia estar em boa forma”, referiu Webb, co-fundador do projecto Limelight Society, uma instituição de solidariedade de Vancouver, no Canadá. “Ele já não tinha um aspecto assim tão saudável há muito tempo.”

Elena Kirschner, agente da estrela de Hollywood, reuniu-se com Webb e Monteith no East of Main, um restaurante que apoia aquela organização. Monteith terá chegado a afirmar ao longo do jantar que se queria envolver mais no programa artístico para crianças.

“Eu disse-lhe que ainda me lembrava da nossa primeira conversa sobre o projecto e que agora estava tudo a tornar-se realidade. A cara dele iluminou-se quando ouviu isso. Estava com um óptimo astral", constatou Webb.

Cory Monteith namorava com a colega de elenco de <i>Glee</i>, Lea Michele. O corpo foi encontrado no passado sábado, no quarto de um hotel em Vancouver, onde estava hospedado desde o dia 6. O actor integrava o elenco de Glee desde o arranque, em 2009, desta série que, em Portugal, passa no cabo.