Presidente quer “negociações entre partidos concluídas num prazo muito curto”

Cavaco Silva afirma que PSD, CDS e PS se mostram disponíveis para negociar.

Cavaco Silva afirmou que não é altura para falar sobre os prazos da troika
Foto
Cavaco Silva defendeu que este domingo "a abstenção não é solução" Daniel Rocha

Cavaco Silva emitiu nesta sexta-feira um comunicado em que exige aos três partidos que assinaram o memorando que concluam rapidamente as negociações sobre o desafio que lhes foi lançado para encontrarem um compromisso de salvação nacional.

“O Presidente da República considera que as negociações entre os partidos devem ser concluídas num prazo muito curto”, lê-se num comunicado, publicado nesta sexta-feira no site da Presidência.

O comunicado lembra que o Presidente recebeu os líderes do PSD, CDS e PS na quinta-feira, “com vista a explicitar melhor os termos do compromisso de salvação nacional que, na sua comunicação ao país, considerou ser a melhor solução para os problemas nacionais, numa perspectiva imediata e de médio prazo”.

Nestes encontros com Cavaco Silva, "os líderes dos referidos partidos manifestaram a disponibilidade para iniciarem, o mais brevemente possível, conversações", acrescenta o comunicado, que termina com a referência à urgência dessas negociações.
 
 

Sugerir correcção