Junta de Carnide em Lisboa reabre posto de correios fechado pelos CTT

Autarquia chegou a acordo com a empresa e vai explorar o posto nas mesmas instalações em que funcionava antes de ter sido encerrado a 30 de Maio.

Foto
Pedro Cunha

A estação dos correios de Carnide, em Lisboa, que foi encerrada em Maio, reabre nesta segunda-feira, sendo o seu funcionamento assegurado pela junta de freguesia. Para o presidente desta autarquia, Paulo Quaresma, a solução “não é a ideal”.

Num comunicado distribuído pelos moradores da freguesia de Carnide, a junta anuncia que a estação dos CTT situada na Quinta da Luz reabre nesta segunda-feira pelas 15h. A nota esclarece que “o funcionamento do ‘novo’ posto de correios será assegurado directamente pela junta de freguesia nas instalações dos CTT”.

“Esta não é a situação ideal, [não é] aquela que nós defendemos. Nós continuamos a defender que as estações dos CTT e o serviço postal devem ser assegurados directamente pelos CTT”, afirmou, em declarações à Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Carnide, Paulo Quaresma.

Os CTT encerraram a 30 de Maio a estação de Carnide, que no dia anterior tinha sido ocupada, em protesto, pelo autarca e por um grupo de pessoas.

Paulo Quaresma garantiu que a Junta de Carnide continuou “sempre a batalhar pela reabertura da estação”, lembrando que “o imóvel é dos CTT, não tem custos para os CTT, não precisa de obras e tem uma grande afluência de pessoas”.

O autarca explicou que “houve uma proposta da empresa, no sentido de a Junta de Freguesia assegurar o funcionamento nas instalações dos CTT”.

“Nós ponderámos muito esta solução. Como disse, e volto a reafirmar, não é a solução que nós desejamos. Mas correndo o risco de que aquele posto podia ser entregue a uma mercearia ou a outro comércio local, houve um acordo com os CTT”, disse.

Segundo Paulo Quaresma, o acordo “tem por base o que é praticado em cerca de 800 freguesias neste país”.

“É um acordo que tem um período de seis meses, sucessivamente renovado. Há uma comparticipação financeira por parte dos CTT, de uma componente fixa e de uma variável, de acordo com o que forem os serviços praticados naquela estação”, referiu o autarca, acrescentando que o funcionamento da estação será assegurado por funcionários da junta de freguesia.

O posto de correios, situado na rua Adelaide Cabete, irá funcionar de segunda a sexta-feira, entre as 10h e as 13h e as 15h30 e as 19h30.