"Digam o que disserem, o mal está feito", afirma Seguro

O líder do PS desvaloriza o acordo político alcançado entre o PSD e o CDS.

Rui Farinha
Foto
Rui Farinha

O secretário-geral do PS, António José Seguro, desvalorizou este sábado o entendimento político alcançado entre o PSD e o CDS, por considerar que “o mal está feito”.

António José Seguro, que falava na Guarda, no encerramento de uma conferência organizada pelo PS intitulada ‘Em Defesa do Interior’, abordou sumariamente o tema da “crise” e dos “jogos partidários que o PSD e o CDS-PP estão a fazer”. 

“Nada disso resolve os problemas do país, porque, infelizmente, digam eles o que disserem, o mal está feito”, disse. 

“Façam eles as reuniões que quiserem, o mal está feito e não é só o mal desta última semana, é sobretudo o mal dos últimos dois anos de má governação em Portugal”, acrescentou o líder nacional do PS.