Governo: Maria Luís Albuquerque foi primeira escolha

"Passos dizia que as pessoas "simples" percebiam isto, porque de facto para ele as coisas são assim simples", diz Pacheco Pereira
Foto
Passos diz que a nova ministra foi a primeira escolha Foto: Daniel Rocha

Maria Luís Albuquerque "foi a primeira escolha" para substituir Vítor Gaspar nas Finanças e para isso contribuiu o facto de ser "uma pessoa da total confiança do primeiro-ministro", disse à Lusa fonte do gabinete de Pedro Passos Coelho.

De acordo com a mesma fonte, esta escolha baseou-se também no entendimento por parte do primeiro-ministro de que Maria Luís Albuquerque "está totalmente identificada com o projecto que tem vindo a ser seguido pelo Governo e dá garantias de que o programa de ajustamento continuará a ser cumprido".

Enquanto secretária de Estado, Maria Luís Albuquerque "participou em conjunto com o ministro das Finanças em todas as reuniões do Eurogrupo e do Ecofin", assinalou a fonte do gabinete do primeiro-ministro.

De acordo com o chefe do executivo PSD/CDS-PP, Maria Luís Albuquerque "é, neste momento, a pessoa que está em melhor posição para continuar" a política financeira do Governo nas instâncias europeias, referiu.

Fonte do gabinete de Pedro Passos Coelho rejeitou qualquer relação entre a polémica em torno dos produtos financeiros de alto risco negociados no sector público (swaps) e a entrada de Maria Luís Albuquerque, ex-administradora da Refer, para as Finanças, salientando que, pelo contrário, o primeiro-ministro lhe atribui um papel positivo neste processo enquanto governante.