Merkel sugere um fundo de solidariedade para a zona euro

Chanceler não adiantou detalhes sobre o projecto.

Merkel diz que novo tratado orçamental “não é negociável”
Foto
Merkel diz que novo tratado orçamental “não é negociável” Foto: John MacDougall/AFP

A chanceler alemã Angela Merkel mencionou, nesta quinta-feira, a possibilidade de criação de um "fundo para a zona euro" num discurso no parlamento alemão, parecendo sugerir que estaria pronta para apresentar um novo mecanismo de solidariedade para os seus parceiros em crise.

Referindo-se ao imperativo de os membros da zona coordenarem mais estreitamente as suas políticas económicas e definirem metas para melhorar a sua competitividade, a chanceler afirmou: "Neste contexto, penso que seria desejável um mecanismo de solidariedade, sujeito a condições rigorosas, como por exemplo um fundo para a zona euro." Mas não forneceu mais detalhes.

Os líderes europeus encontram-se nesta quinta-feira em Bruxelas para uma cimeira que incidirá, entre outros assuntos, na luta contra o desemprego jovem. A coordenação das políticas económicas também será um tema a abordar, disse Merkel, que vê no desenvolvimento de metas comuns um pré-requisito para qualquer progresso sobre o assunto.

"O facto é que não existe uma abordagem comum sobre o crescimento", disse.

A chanceler mostrou-se confiante sobre o futuro da Europa. "Eu estou mais do que nunca convencida de que, se a Europa aprender com seus erros e continuar no caminho definido, vamos atingir os nossos objectivos e teremos uma Europa forte (...) estável e a crescer", acrescentou.