Cavaco Silva agracia Guimarães com Ordem de Sant’Iago da Espada

Cavaco Silva condecora Guimarães
Foto
Cavaco Silva condecora Guimarães Daniel Rocha

O Presidente da República anunciou nesta segunda-feira que vai agraciar a cidade de Guimarães com o título de membro honorário da Ordem de Sant’Iago da Espada, relevando o papel que a cidade assumiu enquanto importante pólo cultural nas últimas décadas.

O trabalho de recuperação e reabilitação do centro histórico, no âmbito da candidatura a Património Mundial da UNESCO, com várias intervenções premiadas, os restauros do Palácio Vila-Flor, hoje um moderno centro cultural, e do antigo Mercado Municipal, transformado na também premiada Plataforma das Artes e da Criatividade, bem como o êxito obtido com a realização da Capital Europeia da Cultura, em 2012, são exemplos que granjearam as "atenções nacionais e internacionais" para a cidade, refere a Presidência da República.

Designada Cidade Europeia do Desporto em 2013, Guimarães distinguiu-se também, no domínio científico, pela instalação do AvePark – parque de Ciência e Tecnologia – um núcleo de investigação e desenvolvimento que associa o município à Universidade do Minho e a várias associações empresariais, onde está sediado, por exemplo, o Instituto Europeu de Medicina Regenerativa de Tecidos.

A Ordem Militar de Sant’Iago da Espada foi atribuída a Guimarães com um parecer favorável do Conselho das Antigas Ordens Militares, que - segundo o site da Presidência da República - sublinhou a "forte vertente cultural da cidade, evidenciando-se, a par de dinâmico polo empresarial, pela diversidade e o pioneirismo das manifestações que vem promovendo, tanto no domínio artístico como no científico."

Figueira da Foz, em 1982, e Aveiro, em 1998, foram as últimas cidades a receber condecorações nacionais – as únicas após o 25 de Abril de 1974 –, de um total de 15 urbes agraciadas por vários Presidentes, desde a implantação da República, nomeadamente pelas realizações artísticas e científicas registadas nas últimas décadas.