Ela foi a melhor aluna de Medicina no Norte do país

Ana Gomes, aluna da Faculdade de Medicina, foi distinguida com o prémio Daniel Serrão 2012, atribuído ao melhor aluno da região norte, pela Ordem dos Médicos

Foto
Ana Catarina cursa o último ano do Mestrado Integrado em Medicina DR

Ana Catarina Pinho Gomes tem 25 anos e frequenta a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP). Este ano lectivo, foi a melhor aluna da região norte e, por isso, mereceu a distinção atribuída pela Ordem dos Médicos: o prémio Daniel Serrão 2012.

Este prémio é atribuído anualmente e, como refere o presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, em comunicado, pretende "estimular o empenho e vontade de evoluir destes jovens médicos para que exerçam a profissão de uma forma responsável e apaixonada, sempre em prol da saúde e dos doentes".

Instabilidade na carreira médica

Este ano, assume particular importância, já que é "uma altura em que muito se luta contra a instabilidade da carreira médica", sublinha. A honra de receber este prémio é, para Ana Catarina, muito grande. E, precisamente, um incentivo para agarrar "o desafio seguinte da formação médica com o mesmo empenho".

"Sinto-me muito honrada pelo reconhecimento do meu percurso académico, demonstrado pela Ordem dos Médicos, pela qual eu, como todos os jovens médicos, sinto orgulho em ter sido acolhida", sublinha. A Medicina entrou na vida de Ana Catarina em detrimento do piano. "Foi a melhor solução para me realizar enquanto pessoa, pois permitir-me-á contribuir activamente para melhorar o mundo que me rodeia", conta.

Desde cedo, começou a dar cartas na área: envolveu-se em vários tipos de investigação científica começando pelas Neurociências e depois pela Medicina Cardiovascular. No último ano do Mestrado Integrado em Medicina, começou ainda um outro mestrado em Fisiopatologia Cardiovascular, que terminará no final deste ano lectivo.

Agora, a ainda voluntária da Acreditar no Serviço de Pediatria do IPO do Porto e membro de um grupo local de Amnistia Internacional, parte em breve para o Reino Unido, para o internato médico. Depois volta a Portugal para o exame de seriação.

Depois, a dúvida da especialidade, que espera esclarecer com o tempo e a experiência: Medicina Cardiovascular ou Oncologia Médica e Cirúrgica. O prémio é entregue esta terça-feira, às 21h30, na Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos (SRNOM). A cerimónia, que assinala o Dia do Médico, conta ainda com a tradicional homenagem aos médicos que completam 25 e 50 anos de inscrição na Ordem.