O Porto ficou à frente de cidades como Berna, Budapeste ou Moravia Angaros/Flickr
Foto
O Porto ficou à frente de cidades como Berna, Budapeste ou Moravia Angaros/Flickr

Porto é o melhor destino europeu de 2013 para a Lonely Planet

A editora de guias de viagens colocou o Porto e o Vale do Douro no topo da lista dos 10 melhores destinos europeus para 2013. A cidade é apelidada de “vibrante capital das artes”

Depois de sabermos que o jornal norte-americano “Huffington Post” classificou o Douro como o melhor rio europeu, a Lonely Planet incluiu o Porto no topo da lista de 10 destinos europeus a visitar em 2013.

Para Andy Murdock, autor do artigo no site da editora de guias de viagem Lonely Planet, “o tamanho não é tudo” — assim se justifica que a Europa, um continente muito mais pequeno que Ásia ou África, atraia tantos visitantes de todo o mundo. No topo da lista 10 destinos europeus imperdíveis em 2013 vem a cidade do Porto e o Vale do Douro.

“O Porto emergiu como uma vibrante capital das artes”, escreve Andy Murdock, salientando o facto de a cidade ser um destino de “grande valor”, com muitas novidades. “Na vanguarda da cena artística da cidade está a zona de galerias da Rua Miguel Bombarda — mais viva por altura das Inaugurações Simultâneas”, continua o artigo.

Porto, "the next hot thing" 

O Museu de Arte Contemporânea e o Parque de Serralves também são mencionados como sítios a não perder, a par da Casa da Música, com música “durante todo o ano, incluindo concertos gratuitos ao ar livre no verão”. Não podiam faltar as referências à comida, com os restaurantes DOP e Yeatman.

As provas que as caves de Vinho do Porto promovem, "gratuitas ou com uma cobrança mínima", são aconselhadas e o Vale do Douro é visto como "uma região pitoresca” com “algumas das mais célebres vinhas de Portugal”. Os cruzeiros no rio e as viagens de comboio cinematográficas nesta zona são escolhas que os viajantes apreciam.

“Tentamos apontar a próxima ‘hot thing’”, diz Andy Murdock. Há destinos de que as pessoas “sempre ouviram falar” mas sobre os quais pouco sabem. Da lista da Lonely Planet fazem parte Budapeste (Hungria), o Norte da Islândia, Cinque Terre (Itália) Moravia (República Checa), Berna (Suíça), Marselha (França), Croácia, Irlanda do Norte e Copenhaga (Dinamarca).