Ministério diz que não tem relatos de irregularidades graves nos exames

Em 74% das escolas houve "exames a 100%", diz secretário de Estado

Foto
Em Aveiro, os alunos que não fizeram exames protestaram Adriano Miranda

O secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, João Grancho, fez ao final do dia uma declaração com os últimos dados relativos à greve de professores desta segunda-feira. Disse que 76% dos alunos que estavam inscritos para o exame nacional do ensino secundário de Português o realizaram. E que nas salas onde se prestaram provas, 5% dos estudantes faltaram.

João Grancho garantiu ainda que 74% das escolas realizaram exames "a 100%". Questionado sobre se recebeu notícia de alunos a fazerem provas em refeitórios e pais a vigiarem, eles próprios, salas onde decorriam exames, afirmou: “Nenhuma das irregularidades que apontou foi referenciada até agora. São relatos, possíveis episódios, e se se vier a verificar alguma veracidade nesses relatos, naturalmente que agiremos em conformidade. Mas não temos relatos dessa natureza, nem aproximado.”

Segundo o secretário de Estado, numa declaração transmitida em directo pela SIC, todos os alunos que estavam inscritos na prova de Latim fizeram o exame. “E também não foram afectados os alunos com deficiência auditiva, de grau severo ou profundo, que também tinha a sua prova marcada para hoje. Daqui se conclui que 80% dos alunos que se apresentaram a exame puderam realizá-lo normalmente.”