Exame de Português em conformidade com os conteúdos programáticos

Associação de Professores de Português dá parecer positivo à prova que milhares de alunos não puderam realizar.

Dos 75 mil inscritos, apenas 52 mil terão realizado hoje a prova
Foto
Dos 75 mil inscritos, apenas 52 mil terão realizado hoje a prova Enric Vives-Rubio

O exame de Português do 12.º ano, realizado nesta segunda-feira por apenas cerca de 52 mil dos 75 mil alunos inscritos devido à greve de professores, obedeceu aos critérios programáticos definidos pelo Ministério da Educação e Ciência para este nível de ensino, segundo a presidente da Associação dos Professores de Português (APP), Edviges Ferreira.

A prova, constituída por três grupos, apresenta, no entanto, de acordo com Edviges Ferreira, algumas falhas na interpretação de perguntas, nomeadamente na compreensão do texto literário, no Grupo I – A, onde é enunciado um poema de Ricardo Reis: “A formulação de algumas questões (3 e 4) não apresenta a objectividade que deve existir em provas de exame, o que poderá levar a respostas que remetam para cenários diversos”.

A representante da APP refere ainda que a questão 1.7. do Grupo II, constituído por perguntas de escolha múltipla, “pode levar a uma resposta que não está de acordo com os critérios de correcção”.