O dia da greve: sindicatos denunciam irregularidades na realização dos exames

Pelo menos 20 mil alunos vão fazer exame de Português a 2 de Julho, diz o ministro. A greve dos professores teve uma adesão de 90%, dizem as federações.

Na secundária Camões, em Lisboa
Na secundária Camões, em Lisboa daniel rocha
Na secundária José Estevão, em Aveiro, dezenas de professores fizeram cordão humano
Na secundária José Estevão, em Aveiro, dezenas de professores fizeram cordão humano adriano miranda
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto
Na secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Mário Sacramento, Aveiro, alunos tentaram invadir sala onde se realizava exame
Na secundária Mário Sacramento, Aveiro, alunos tentaram invadir sala onde se realizava exame adriano miranda
À porta da Mário Sacramento, em Aveiro, os alunos que não fizeram exame protestam
À porta da Mário Sacramento, em Aveiro, os alunos que não fizeram exame protestam adriano miranda
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Clara de Resende, no Porto
Na secundária Clara de Resende, no Porto fernando veludo/NFactos
Na secundária Camões, em Lisboa, salas ficaram vazias por causa da greve dos professores
Na secundária Camões, em Lisboa, salas ficaram vazias por causa da greve dos professores Daniel Rocha
Mário Nogueira dirigiu-se aos alunos da secundária Camões
Mário Nogueira dirigiu-se aos alunos da secundária Camões Daniel Rocha
A prova de Português desta segunda-feira, nas mãos de um aluno de Aveiro
A prova de Português desta segunda-feira, nas mãos de um aluno de Aveiro Adriano Miranda
Cordão humano na secundária José Estevão, Aveiro
Cordão humano na secundária José Estevão, Aveiro Adriano Miranda
Protestos dos alunos em Aveiro
Protestos dos alunos em Aveiro Adriano Miranda
Estudantes que não fizeram prova, em Aveiro
Estudantes que não fizeram prova, em Aveiro Adriano Miranda
Alunos manifestam-se por não fazerem exames
Alunos manifestam-se por não fazerem exames Adriano Miranda
Estudantes que fizeram exame, Aveiro
Estudantes que fizeram exame, Aveiro Adriano Miranda
Estudantes mostram prova de Português realizada esta manhã
Estudantes mostram prova de Português realizada esta manhã Adriano Miranda
Alunos protestam por não terem feito prova
Alunos protestam por não terem feito prova Adriano Miranda
Em Aveiro, os estudantes queriam ter tido a oportunidade de fazer exame
Em Aveiro, os estudantes queriam ter tido a oportunidade de fazer exame Adriano Miranda
Fotogaleria

Os principais acontecimentos do dia vão passar por aqui. Acompanhamos o primeiro dia de exames do ensino secundário por todo o país, num dia que será marcado pela greve dos professores. Os exames de Português e de Português Língua Não Materna começaram às 9h30. A Fenprof e a FNE congratulam-se e falam de uma adesão à greve de 90%. Isto não significa que os exames não estejam a decorrer, o ministério revela que 70% dos alunos fizeram a prova.

A greve num minuto:

– Ministro da Educação informa que a
nova prova de Português será no dia 2 de Julho

– Secretário de Estado João Grancho anuncia que 76% dos alunos fizeram exame de Português

– Houve escolas invadidas por alunos que não realizaram o exame, como aconteceu em Braga

– Fenprof e FNE congratulam-se com a adesão dos professores à greve, na ordem dos 90%

- Mário Nogueira denuncia irregularidades em algumas escolas

- Alunos do privado, cerca de 15 mil, fizeram o exame de Português

Conte-nos a sua experiência como aluno, professor ou pai enviando um email para leitores@publico.pt