Fim-de-semana em Óbidos cheio de livros no arranque da Vila Literária

A ideia é criar uma rede de livrarias na localidade

Óbidos abre hoje ao público a sua feira do livro
Foto
Óbidos abre hoje ao público a sua feira do livro Rui Gaudêncio

Cumpre-se este fim-de-semana mais uma etapa do projecto de Óbidos como Vila Literária com a abertura ao público de várias livrarias e com a realização de uma feira do livro.

Como o PÚBLICO noticiou em primeira mão, a localidade de Óbidos quer afirmar-se como Vila Literária. A 23 de Abril realizou-se a primeira etapa desse projecto com a abertura de uma grande livraria numa antiga igreja. Este fim-de-semana o acontecimento arranca oficialmente para o grande público, com a realização de uma feira do livro que decorre até 30 de Junho. 

Para já será possível encontrar duas livrarias generalistas, uma com livros novos, outra de livros usados e vários espaços temáticos. A Vila Literária é um projecto conjunto da Ler Devagar – ver entrevista com José Pinho, administrador da Ler Devagar, sobre o projecto – da livraria Histórias com Bicho e do Município de Óbidos, sendo inspirado noutras cidades do livro que existem pela Europa. A ideia é criar uma rede de livrarias na localidade, que contemplem o catálogo total dos livros disponíveis em Portugal. Ao mesmo tempo será realizado um grande festival anual, na Primavera, e três festivais temáticos ao longo do ano.

Neste fim-de-semana, das 10h às 22h, é possível visitar vários espaços, nomeadamente as livrarias Histórias com Bicho nos Casais Brancos (livros infantis), do Centro de Design de Interiores (Design e Moda), do Mercado (alfarrabista, viagens, turismo, gastronomia e vinhos), da Galeria Nova Ogiva (artes e arquitectura), do Museu (história, património e arqueologia), do Museu Abílio (cinema, teatro e artes) e a Grande Livraria de Santiago, situada numa antiga igreja (generalista).

Durante a Feira do Livro, até 30 de Junho, de quinta a domingo, estarão também abertas as livrarias da Adega (junto à porta da vila), da Praça (na Praça de Santa Maria), a Livraria Vão de Escada e a Galeria L, com uma exposição de fotografia de José Manuel Rodrigues (no edifício dos Correios). Ainda este fim-de-semana, a programação da feira inclui conversas com escritores, documentários, teatro, poesia ou espectáculos de música. Ver programação completa no site oficial da iniciativa.