DR
Foto
DR

Murmürio Records

Gostamos de inquéritos — e de música. Decidimos encostar à parede pequenas editoras portuguesas. A Murmürio ouviu-se pela primeira vez numa noite de REM e estorninhos

A Murmürio Records nasceu há dois anos em Coimbra pelas mãos de Ricardo Jerónimo (na foto, o responsável "operacional") e Joana Corker com três objectivos: passar palavra sobre as primeiras bandas que editou — Birds Are Indie e Gobi Bear — "baixinho"; lançar os seus discos em formato físico; fazer amigos. 

Ninguém vos disse que já não se vive da música?

Por acaso não, nunca ninguém nos disse... Mas como não queremos propriamente viver dela, calha bem.

PÚBLICO -
Foto
Luís Octávio Costa e Amanda Ribeiro encostam à parede pequenas editoras portuguesas

Escolheram o nome da vossa editora numa noitada de Scrabble?



Curiosamente por aqui joga-se o Psico, uma espécie de versão portuguesa. Mas, na verdade, nasceu numa noite em que estávamos a ouvir o 1.º álbum dos REM na aparelhagem e a ver um vídeo de estorninhos na internet.



Que bandas de outra editora levariam para uma ilha deserta?

As ilhas desertas são uma seca... Por isso, se calhar, levávamos os Low e os Mr Bungle, para cultivar a bipolaridade.

A vossa editora tem sotaque?

Em Coimbra não temos disso, infelizmente.

Quando é que foi a última vez que encheram os bolsos e o ego?

Ao ego não ligamos muito, damo-nos mal com ele. Já os bolsos, usamo-los muito para pôr as mãos. Temos má circulação.

Um álbum também se come com os olhos. Quem é o verdadeiro artista?

A verdadeira artista (de algumas capas, do logótipo e das páginas web) é a Joana Corker. Mas, como todos os verdadeiros artistas, ela gosta da companhia de outros artistas verdadeiros, que até agora foram a Vanessa Costa, o ANOIK e o Pedro Andrade.

Qual é o melhor sítio para ouvir música?

Há muitos sítios bons, mas talvez o melhor seja no comboio ou no carro, em viagens longas.

E que tal uma piada seca?

O que é um boomerang que não volta? Um pau.

A tua editora também quer um FAQ?

Avisa-nos