O dia em que a Arménia chocou a Dinamarca

Selecção arménia obteve um resultado sensacional em Copenhaga.

Um resultado histórico para a Arménia em Copenhaga
Foto
Um resultado histórico para a Arménia em Copenhaga Jens Norgaard Larsen/Scanpix Denmark/Reuters

Na teoria, era só mais um jogo para a Dinamarca: jogava em casa, frente à Arménia, em partida do Grupo B de qualificação para o Mundial 2014. Só que o que se viu em Copenhaga foi um autêntico desastre dinamarquês. A equipa orientada por Morten Olsen foi humilhada por quatro golos sem resposta.

Foi uma noite que ficará na memória de todos os arménios, que viram a selecção igualar o melhor resultado da sua relativamente curta história (a federação existe desde 1992). Tinha sido também por 4-0 que a Arménia venceu Eslováquia (2011) e Andorra (2010).

Ainda na sexta-feira a selecção arménia tinha perdido, em casa, frente a Malta. Mas, nesta terça-feira, a equipa que ocupa o 89.º posto no ranking da FIFA superiorizou-se em toda a linha aos dinamarqueses, que estão na 20.ª posição da hierarquia.

Logo aos 25 segundos a Arménia chegou à vantagem: Yura Movsisyan recebeu a bola, fugiu aos adversários e disparou para o 1-0. O segundo golo arménio surgiu aos 19’. Aras Ozbiliz controlou bem a bola e depois bateu o guarda-redes Stephan Andersen pela segunda vez.

Nesta altura o estádio Parken já estava incrédulo. Mas ainda só tinha visto metade.

Yura Movsisyan “bisou” aos 59’, momentos depois de Simon Christoffersen ter desperdiçado uma boa oportunidade para a Dinamarca. Servido por Aras Ozbiliz, o avançado arménio não deu hipóteses ao guarda-redes dinamarquês.

A festa era dos poucos adeptos arménios que estavam no recinto em Copenhaga, enquanto o resto das bancadas assistia em silêncio ao desastre.

Yura Movsisyan desperdiçou uma oportunidade para fazer o 4-0 quando, já com o guarda-redes fora do lance, viu o seu remate ser interceptado por William Kvist, em cima da linha de golo (71’).

O melhor que a Dinamarca conseguiu foi acertar no poste da baliza arménia. O remate de Simon Christoffersen sofreu um desvio em Varazdat Haroyan e embateu nos ferros da baliza defendida por Roman Berezovski.

E, aos 82’, a Arménia deu a estocada final na Dinamarca: Henrikh Mkhitaryan aproveitou mais uma falha da defesa dinamarquesa para estabelecer o 4-0 final. Pela primeira vez desde 1986, a Dinamarca perdeu um jogo oficial por quatro golos de diferença.

E a Arménia obteve um resultado histórico. A selecção de Vardan Minasyan passa a somar seis pontos e subiu ao quarto lugar da classificação no Grupo B – à frente da Dinamarca, também com seis pontos.