Portugal Challenge premeia boas ideias com nove mil euros

Já estão abertas as candidaturas do concurso de ideias da Fraunhofer Portugal Challenge 2013, que pretende promover a investigação "de utilidade prática". Prémio? Nove mil euros para dividir entre os seis vencedores

Foto
Reuters

Sara Pimenta desenvolveu um aparelho portátil que é capaz de identificar e classificar, em cinco minutos, o tipo de sangue de um paciente. A ideia venceu em 2012 o Fraunhofer Portugal Challenge, uma competição que premeia anualmente projectos de estudantes e investigadores portugueses. As inscrições para a quarta edição já estão abertas. Ao todo, são nove mil euros para dividir entre os seis premiados.

O objectivo é promover a investigação "de utilidade prática" realizada nas universidades portuguesas e o pretendido é que os projectos possam ir além das ideias e que tenham uma aplicabilidade real e um impacto notável junto das pessoas ou da indústria.

As ideias a concurso devem estar relacionadas com a área das Tecnologias da Informação e Comunicação, Multimédia ou semelhantes — mais especificamente nos campos de "Interface Homem-Computador", "Processamento de Informação" e "Computação Autónoma" — e têm ser baseadas em teses de Mestrado ou Doutoramento — que tenham sido submetidas a defesa nos anos letivos de 2011/2012 e 2012/2013.

Candidaturas até 31 de Julho 

As candidaturas podem ser submetidas no site oficial da iniciativa, até 31 de Julho. Aqueles que passarem à próxima fase são anunciados a 3 de Setembro. Depois da segunda ronda de selecção, só os melhores passam à terceira e última fase, onde serão premiados seis projectos: três na categoria de Mestrado e três na categoria de Doutoramento.

O concurso já vai na 4.ª edição e, segundo comunicado da organização, tem tido "excelentes resultados" e "ideias com grande potencial de mercado e com possibilidades de implementação". No ano passado, receberam mais 40% de candidaturas que na primeira edição, em 2010. A maioria, provenientes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Artigo corrigido e actualizado às 10h27 de 10 de Julho.

Foi Sara Pimenta, e não Ana Ferraz, quem venceu o Fraunhofer Portugal Challenge de 2012