Esperados mais sete mil peregrinos em Fátima do que no ano passado

Ao todo são esperadas 37.000 pessoas que chegam a pé para as comemorações marianas, neste domingo e segunda-feira.

Número de peregrinos a pé registou um aumento significativo este ano
Foto
Número de peregrinos a pé registou um aumento significativo este ano Nelson Garrido/Arquivo

O número de peregrinos que se deslocam a pé ao Santuário de Fátima por ocasião das celebrações religiosas que decorrem neste domingo e na segunda-feira aumentou em 7000 pessoas face a 2012, disse o reitor da instituição, Carlos Cabecinhas.

Em conferência de imprensa, o responsável frisou que os dados disponíveis "ainda não são finais nem definitivos", mas que o número de peregrinos a pé registou um "aumento significativo" neste ano, com o número de caminhantes a cifrar-se em 37.000 pessoas, face às cerca de 30.000 de 2012, um aumento de 23%.

"Vêm sobretudo em grupos e é notório o esforço por uma cada vez maior organização destes grupos", acrescentou o reitor do Santuário da Cova da Iria.

Carlos Cabecinhas adiantou ainda que as entidades que prestam apoio aos peregrinos – como a Cruz Vermelha Portuguesa, Ordem de Malta ou o Movimento da Mensagem de Fátima, entre outros – estabeleceram 82 postos fixos "e vários outros postos itinerantes que vão acompanhando os peregrinos na sua caminhada".

O responsável do Santuário de Fátima agradeceu também o apoio aos peregrinos de voluntários e grupos de pessoas, "às populações que os acolhem e às empresas que os ajudam", bem como aos militares da GNR, que, em conjunto com a Autoridade Nacional de Protecção Civil, tem quase meio milhar de elementos mobilizados para garantir a segurança e socorro aos participantes na peregrinação.

Ainda assim, uma peregrina foi atropelada neste domingo, tendo sofrido ferimentos ligeiros, na estrada municipal 593 que liga Leiria a Fátima.

Neste domingo à noite decorre a procissão das velas, o primeiro ponto alto da celebração dos 96 anos das aparições de Nossa Senhora, no santuário da Cova da Iria. O momento mais esperado está guardado para segunda-feira com a celebração da missa presidida pelo cardial patriarca de Lisboa e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Policarpo. Nesta missa será feita a consagração do pontificado do Papa Francisco a Nossa Senhora de Fátima.