DR
Foto
DR

HiOporto: este blogue foi feito por alunos e "fala" três línguas

HiOporto é um trabalho académico que se transformou numa plataforma digital reconhecida na área do turismo

Um grupo de oito estudantes do curso de Ciências da Comunicação da Universidade do Porto criou, no âmbito de uma disciplina, um blogue chamado HiOporto. O que era para ser apenas trabalho académico tornou-se uma palataforma digital reconhecida na área do turismo.

Desde o lançamento, em 16 de Março, o HiOporto já foi distinguido como o blogue da semana no VisitPorto.Travel (o portal oficial de turismo da cidade do Porto), recomendado pelo Trendalert.me e elogiado pelo blogue canadiano Fromatravellersdesk (agora parceiro do HiOporto).

Todos os conteúdos do blogue são produzidos por alunos do segundo ano de licenciatura daquele curso. E estão disponíveis em três línguas: português, inglês e espanhol.

PÚBLICO -
Foto
Todos os conteúdo do site são produzidos por alunos do curso de jornalismo da Universidade do Porto Afonso Ré Lau

O blogue já ultrapassou as 10 mil visitas e as 27 mil visualizações. Portugal é o país com mais visitantes, seguido dos EUA, com 10% das visitas ao HiOporto.

Tudo começou numa sala de aula

O HiOporto nasceu no âmbito da disciplina “Públicos e Audiências” do curso da Universidade do Porto. Quando começou o segundo semestre, o professor Jorge Marinho apresentou o programa da cadeira e, com ele, o trabalho de grupo que os alunos teriam de realizar.

?A intenção do trabalho seria “contribuir para a projecção, no plano nacional e à escala internacional, do Porto como destino turístico, considerando a importância que o turismo tem para Portugal”, explica ao P3 Jorge Marinho.

Aquilo que primeiro parecia uma “sobrecarga” transformou-se num "bem sucedido" projecto de equipa. Os jovens pretendiam diferenciar-se de todos os outros blogues que existiam com conteúdos sobre o Porto. Sara Gonçalves, a estudante responsável pela criação da imagem e do design do HiOporto, explica que a ideia era em criar um "site" atractivo, divertido mas sobretudo simples.

O grupo de estudantes está dividido em duas equipas principais (marketing e conteúdos) mas todos os elementos discutem, diariamente, quais os conteúdos a publicar e os meios para conseguirem levar o projecto o mais longe possível.

As metas do projecto variaram desde que o HiOporto foi idealizado. Diogo Azeredo conta que os objectivos do trabalho têm vindo a ser alterados graças percurso que o blogue teve. Passaram do sentimento de obrigação para a "sensação" de "diversão”, uma espécie de "hobbie viciante". Hoje, o grupo de estudantes quer “atingir um fim lucrativo e continuar com o projecto mesmo depois de terminada a disciplina”.