Deco constitui defesa contra acusação de doping

Contra-análise positiva confirmou controlo realizado após jogo em Março no Rio de Janeiro.

Deco durante o Mundial de 2010
Foto
Deco durante o Mundial de 2010 RAFAEL MARCHANTE/REUTERS

O futebolista Deco, internacional por Portugal, já instruiu advogados para a sua defesa no processo que resulta de um controlo positivo antidoping em Março, num encontro do Fluminense, após a contra-análise ter confirmado o resultado inicial.

“Com a confirmação da suspeita de doping após o resultado positivo da contraprova realizado hoje no Laboratório LADETEC (RJ), o atleta Deco já entregou sua defesa ao escritório Bichara e Motta Advogados”, informou a assessoria de imprensa do futebolista brasileiro em comunicado.

Na página oficial na Internet do assessor Acaz Fellegger, o futebolista justifica ter rejeitado o advogado Mario Bitencourt, oferecido pelo Fluminense, por preferir “uma defesa independente”, mas diz esperar que o clube trabalhe “em conjunto para a defesa da causa”.

Salientando o sigilo processual, a assessoria de imprensa de Deco refere que os causídicos vão aguardar a instauração do processo disciplinar na justiça federativa.<_o3a_p>

“Neste momento, os profissionais envolvidos estão considerando todas as possibilidades a fim de comprovar a absoluta e total isenção do atleta Deco, desde o procedimento de colecta do material analisado até uma possível contaminação dos suplementos alimentares por ele utilizados”, pode ler-se no mesmo comunicado.<_o3a_p>

A assessoria destaca ainda o percurso profissional do médio, de 35 anos, sublinhando que, “em 18 anos de ilibada carreira internacional, o atleta Deco foi submetido a dezenas de exames de dopagem (sempre com resultados analíticos negativos), o que comprova que o mesmo nunca fez uso de nenhuma substância proibida”.<_o3a_p>

Um controlo antidoping feito a Deco, depois do jogo com o Boavista, a 30 de Março, da na segunda fase do campeonato estadual do Rio de Janeiro, revelou a presença de furosemida, um diurético.<_o3a_p>

A furosemida é uma substância proibida pela Agência Mundial Antidopagem, por ser um agente mascarante, que pode encobrir a utilização de outros produtos proibidos.<_o3a_p>

Deco, que em Portugal representou o Alverca, o Salgueiros e o Porto, vestiu a camisola de seleção portuguesa em 75 ocasiões e marcou cinco golos, antes de se retirar da equipa após o Mundial de 2010, tendo ainda no Barcelona e no Chelsea.<_o3a_p>