Sé de Braga lança vinho de missa a "preço acessível" para fintar a crise

O vinho licoroso foi "provado e aprovado" pelo arcebispo primaz de Braga, Jorge Ortiga.

Foto
Vinho da Sé de Braga custa 5,50 euros a garrafa Paulo Pimenta

Aquele vinho licoroso, com a denominação e rótulo "Sé de Braga", foi "provado e aprovado" pelo arcebispo primaz de Braga, Jorge Ortiga.

"Face às crescentes dificuldades económicas, o prelado bracarense, em conjunto com o Cabido metropolitano da Sé de Braga, decidiu comercializar um vinho de missa, com marca própria, que está disponível por um preço acessível a todos os párocos", refere uma nota publicada na página da arquidiocese.

O vinho está ao dispor de todos os sacerdotes na recepção ou na Loja do Tesouro-Museu da Sé de Braga.

O vinho utilizado para fins litúrgicos deve possuir características próprias, nomeadamente ser natural, ou seja, proveniente da videira e não da manipulação de outros frutos, não podendo ser quimicamente produzido.

O teor de álcool não pode ultrapassar os 18%.

Sugerir correcção
Comentar