Götze muda-se para o Bayern Munique por 37 milhões de euros

Jovem médio informou o Borussia de Dortmund que vai exercer cláusula de rescisão. Segunda transferência mais cara de sempre no futebol alemão.

Foto
Götze Jean-Paul Pelissier/Reuters

É uma das transferências do ano. O jovem médio alemão Mario Götze vai abandonar o Borussia de Dortmund e transferir-se em Julho para o Bayern de Munique, que vai pagar 37 milhões de euros pelo passe do jogador de 20 anos.

O Borussia de Dortmund confirmou que o empresário do jogador informou o clube que vai exercer a cláusula de rescisão, para se mudar para o Bayern de Munique a 1 de Julho.

O clube de Dortmund mostrou-se “extremamente desiludido” pela saída do jogador, que está no Borussia desde os oito anos.

O anúncio da transferência surge na semana em que tanto o Borussia como o Bayern estão envolvidos nas meias-finais da Liga dos Campeões. A equipa de Munique recebe nesta terça-feira o Barcelona, enquanto o Dortmund joga em casa com o Real Madrid, na quarta-feira.

O comunicado do clube, no entanto, pede aos adeptos para “apoiarem sem reservas Mario Götze, como todos os outros profissionais do Dortmund, nos últimos jogos da época”.

Götze torna-se o jogador alemão mais caro de sempre, embora esta não seja a transferência mais cara de sempre do futebol germânico. É que na época passada o Bayern pagou 40 milhões de euros ao Athletic de Bilbau pela contratação do médio espanhol Javi Martínez.

Mario Götze é uma das grandes promessas do futebol alemão, tendo sido importante na conquista dos títulos nacionais em 2011 e 2012. Também já é internacional pela selecção alemã.

O médio (1,76m/64 kg) era alegadamente seguido por outros grandes clubes europeus, como o Manchester United e o Arsenal, mas acabou por preferir o Bayern, que na próxima época será orientado por Pep Guardiola.

Segundo as contas do jornal El País, o Bayern já gastou 260 milhões de euros em contratações desde 2007. A seguir a Javi Marínez e Götze, os mais caros foram Mario Gómez (30 milhões), Ribéry (26), e Robben e Boateng (ambos com 25).

Sugerir correcção