Torne-se perito

Hollywood em Cascais numa exposição de ícones

Elizabeth Taylor por Clarence Sinclair Bull, 1948
Foto
Elizabeth Taylor por Clarence Sinclair Bull, 1948 FUNDAÇÃO JOHN KOBAL

Made in Hollywood - Fotografias da Fundação John Kobal, de 7 de Junho e 1 de Setembro na Fundação D. Luís I

Por muito que os filmes pesassem na elevação de um actor de Hollywood ao estatuto de ícone nos anos dourados da Meca do Cinema, eram as luxuosas fotografias de cena que construíam a imagem pública de um actor. Controladas pelos relações públicas das companhias que os mantinham sob contrato, essas imagens eram tiradas por fotógrafos entretanto esquecidos como George Hurrell, Clarence Bull, Laszlo Willinger ou Robert Coburn. E são 93 dessas imagens icónicas que o Centro Cultural de Cascais vai receber, por iniciativa da Fundação D. Luís I, a partir de 7 de Junho e até 1 de Setembro. Made in Hollywood - Fotografias da Fundação John Kobal mergulha no acervo do historiador e coleccionador John Kobal, um dos primeiros a compreender a importância destas imagens para a construção da Hollywood clássica. De 1960 até à sua morte em 1991, foi adquirindo material em que os estúdios já não estavam interessados e que está hoje à guarda da fundação que criou em 1990, prosseguindo o seu trabalho de atribuição das imagens e reabilitação dos fotógrafos que as tiraram. Do mudo aos últimos dias do sistema de estúdios, Made in Hollywood abrange o período 1920-1960 e traz tiragens de alta qualidade de imagens de ícones como Marilyn Monroe, Elizabeth Taylor, Rita Hayworth, Bogart, Hitchcock (com o leão da Metro) ou Brando. A exposição que chega a Portugal é a versão "itinerante" de Glamour of the Gods, escolha originalmente comissariada em 2008 por Karen Sinsheimer e Robert Dance para o Museu de Arte de Santa Barbara, e que tem viajado pelos EUA e por todo o mundo, acompanhada por um livro homónimo escrito por Dance e publicado pela Steidl.

Sugerir correcção