Foto

FILIPE BRANQUINHO

Moçambique, 1977

Trabalha como freelancer em fotografia e ilustração. A sua paixão pelas artes nasce no ambiente em que cresceu, na cidade de Maputo, pela convivência com o meio artístico e muitos dos mestres e referências nacionais. No Brasil, o desenho, a ilustração e a fotografia surgem de forma sistemática e consciente, através do contacto com as disciplinas artísticas, na Universidade Estadual de Londrina, a par da formação em arquitectura. Participou em diversas exposições colectivas e individuais no Brasil, em Moçambique, na África do Sul e em Portugal. Tem diversas obras em colecções particulares. Em 2012, com o projecto fotográfico “Ocupações”, foi vencedor do prémio Internacional Estação Imagem Mora, na categoria de retratos, participou com uma instalação fotográfica, no Programa Próximo Futuro da Fundação Calouste Gulbenkian e participou na PARIS-PHOTO 2012. É finalista no prémio BesPhoto 2013.