ir0cko/Flickr
Foto
ir0cko/Flickr

Olimpíadas da Criatividade reúnem 500 jovens no Porto

Evento vai reunir 500 estudantes portugueses esta semana na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. O objectivo é encorajar o pensamento crítico e criativo

Meio milhar de estudantes portugueses vão enclausurar-se na próxima sexta-feira, e até domingo, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) para a final nacional das Olimpíadas da Criatividade. Os melhores vão à final internacional nos Estados Unidos (EUA).

Esta iniciativa, segundo a descrição geral do projecto, tem como objectivo fundamental “incentivar o pensamento criativo, crítico e analítico dos jovens e adolescentes do 4º ao 12º ano de escolaridade”, sensibilizando, assim, a sociedade portuguesa para a importância de se cultivar a criatividade, que é aplicável em contextos cívicos, tecnológicos, linguísticos, empresariais, políticos e artísticos, por exemplo.

Os 500 estudantes participantes na final nacional das Olimpíadas da Criatividade frequentam desde o 4.º ao 12.º ano de escolaridade, estando divididos em três escalões. Vão ser estimulados a trabalhar em equipas constituídas por quatro elementos, havendo também espaço para concursos de modalidades individuais, como a escrita e a arte. Desta forma, a organização pretende criar um espaço de “partilha e motivação, numa filosofia de salutar competição.”

As actividades propostas neste concurso “apelam à resolução criativa de problemas e à responsabilidade pessoal pelo futuro colectivo”, refere o mesmo documento. Docentes, auxiliares educativos e encarregados de educação são também chamados a intervir activamente no evento, adoptando o papel de coordenadores e mentores.

Criatividade e pensamento crítico

Nas Olimpíadas da Criatividade, os jovens vão ser confrontados com desafios capazes de estimular a sua originalidade e inteligência emocional, duas “competências chave para o sucesso pessoal e profissional”, afirma a organização. Para chegar longe na competição, os participantes terão de saber comunicar com clareza, trabalhar em equipa e estarem aptos à mudança. O concurso funciona pelo método de eliminatórias e está organizado em quatro modalidades: casos, comunidade, arte e escrita.

Depois da triagem feita em olimpíadas a nível regional, o concurso nacional começa na próxima sexta-feira e decorre até domingo. Durante esses dias, os participantes vão permanecer nas instalações da FEUP. O processo culmina com a escolha das equipas que vão representar Portugal no evento internacional, que decorre anualmente nos Estados Unidos da América. Essa competição realizar-se-á entre os dias 6 e 9 de Junho, na Universidade de Indianápolis.

A Universidade do Porto acolhe pela primeira vez as Olimpíadas da Criatividade, uma iniciativa promovida em Portugal pela Torrance Center, uma associação científico-pedagógica, em parceria com a UP e em plena integração com a competição internacional Future Problem Solving Program, o evento mundial de Resolução Criativa de Problemas aplicado ao contexto educativo, estabelecido desde 1974.