João Donato, histórico da bossa nova na LxFactory

O Espaço Brasil, em Lisboa, recebe hoje à noite, pelas 22h30, um dos maiores pianistas do Brasil que é um bossa-novista histórico.

Já tinha actuado no Porto, em 2009, na Casa da Música (com Emílio Santiago e Joyce), mas agora chegou a vez de se estrear em Lisboa. João Donato, pianista, compositor e arranjador brasileiro, com uma longa carreira no Brasil e no mundo, apresenta-se hoje no Espaço Brasil da LxFactory, em Lisboa, para um concerto único, em quarteto.

Nascido em Rio Branco, no estado brasileiro do Acre, a 17 de Agosto de 1934, João Donato começou desde muito cedo a tocar acordeão. A sua primeira composição, aos oito anos, foi uma valsa: Nini, nome de uma paixão infantil. Aos 11 anos passou a viver no Rio de Janeiro, onde começou a trabalhar na música, aventura que depois o levou aos Estados Unidos. Tocou com João Gilberto, Gilberto Gil, Cal Tjader, Tito Puente, Mongo Santamaría, Nelson Riddle, Bud Shank, Chet Baker e muitos outros músicos de primeira linha.

O seu disco mais recente, Sambolero, foi distinguido com o Grammy Latino 2010. O espectáculo que agora traz a Portugal chama-se Sotaques. Ele diz que "é como se fossem sotaques do Brasil, latino-americanos, afro-cubanos, de jazz, de samba, de bossa nova. Vai ser uma misturada de tudo isso." Com ele, voz e piano, estarão em palco Luiz Alves no contrabaixo, Rubinho na bateria e Ricardo Pontes em saxofone e flauta.

Para comemorar o seu 80.º aniversário, em 2014, João Donato disse ontem ao PÚBLICO estar a preparar "uma espécie de suite sinfónica baseada em Debussy e Ravel": "Estou a fazer uma adaptação incluindo ritmo e tratando a música de uma maneira mais popular. São pedaços, trechos, como se fosse um remix. Não sei ainda como vai se chamar. Passeando com Debussy e Ravel?"