Olhanense apresenta pré-aviso de greve e pode falhar jogo com o Benfica

Equipa algarvia não recebe ordenados desde Dezembro e lança um ultimato: ou recebem até à próxima sexta-feira, ou deixam de jogar.

Equipa ocupa o 15.º lugar da I Liga
Foto
Equipa ocupa o 15.º lugar da I Liga Enric Vives-Rubio

Os jogadores do Olhanense apresentaram na quinta-feira um pré-aviso de greve e, caso não seja pago um salário até 5 de Abril, a formação algarvia recusará defrontar o Benfica, na 25.ª jornada da I Liga de futebol.

Em comunicado, o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) revelou que a “maioria” dos futebolistas do Olhanense não recebe qualquer renumeração desde Dezembro de 2012, numa situação que se está a tornar “cada vez mais gravosa” e que ainda “não mereceu por parte do clube a resposta adequada”.

“Os trabalhadores profissionais de futebol em actividade no Sporting Clube Olhanense, caso não seja efectuado o pagamento a todo o plantel de um mês de salário até às 15h de 5 de Abril de 2013, decidirão pelo recurso à greve sob a forma de paralisação total do trabalho, não comparecendo ao jogo da 25.ª jornada a disputar contra o Benfica”, alertou o organismo sindical.

Com este pré-aviso de greve, o SJPF pretende, além de garantir que a direcção do Olhanense pague pelo menos um mês de salário, “obrigar o Governo e sobretudo as entidades competentes, como a Liga Portuguesa de Futebol Profissional e Federação Portuguesa de Futebol, a uma intervenção firme junto do clube no sentido de honrar as suas obrigações”.

O Olhanense, treinado por Manuel Cajuda, ocupa o 15.º e penúltimo lugar do campeonato nacional da I Liga.