A série vitoriosa dos Heat acabou em Chicago

Ficou em 27 o número de vitórias consecutivas dos actuais campeões da NBA, a segunda melhor série de sempre.

LeBron James marcou 32 pontos
Foto
LeBron James marcou 32 pontos Jeff Haynes/Reuters

Os Miami Heat vão ter de recomeçar do zero para voltarem a tentar chegar ao recorde de vitórias consecutivas na Liga Norte-Americana de Basquetebol profissional (NBA) e de todo o desporto profissional dos EUA.

Na última madrugada, os actuais campeões não passaram em Chicago, frente aos Bulls, que venceram por 101-97, fixando em 27 o número de vitórias consecutivas dos Heat, que já não perdiam desde Fevereiro passado. 

O recorde vai continuar a pertencer aos Los Angeles Lakers da época 1971-72, que conseguiram 33 triunfos seguidos, mas esta proeza dos Heat coloca-os no segundo lugar em termos de séries vitoriosas entre todas as ligas profissionais norte-americanas.

Mesmo privados de alguns dos seus melhores jogadores (Joakim Noah, Derrick Rose Marco Belineli ou Richard Hamilton), os Bulls conseguiram impôr a sua lei no United Center graças a um imparável Luol Deng, com 28 pontos, bem secundado por Carlos Boozer, excelente no ataque e na defesa (21 pontos e 17 ressaltos).

Nos Heat, que continuam a liderar destacados a Conferência Este (56 vitórias e 115 derrotas), LeBron James foi o mais produtivo, com 32 pontos.

Resultados

Portland Trailblazers-Brooklyn Nets, 93-111

Golden State Warriors-Sacramento Kings, 98-105

San Antonio Spurs-Denver Nuggets, 100-99

New York Knicks - Memphis Grizzlies, 108-101

Toronto Raptors-Atlanta Hawks, 88-107

Charlotte Bobcats- Orlando Magic, 114-108

Cleveland Cavaliers- Boston Celtics, 92-93

Philadelphia 76'ers-Milwaukee Bucks, 100-92

Utah Jazz- Phoenix Suns, 103-88

Chicago Bulls-Miami Heat, 101-97

Oklahoma City Thunder-Washington Wizards, 103-80

Houston Rockets-Indiana Pacers, 91-100

Minnesota Wolves-Los Angeles Lakers, 117-120

New Orleans Hornets-Los Angeles Clippers, 91-105

Sugerir correcção