Apague a luz: hoje é dia da Hora do Planeta

Iniciativa volta a alertar cidadãos para as alterações climáticas. Esta noite, cidades de mais de 150 países ficam às escuras

Assinala-se esta noite mais uma edição da Hora do Planeta, uma iniciativa da World Wildlife Fund (WWF) em que os habitantes de todo o mundo são convidados a apagar as luzes das suas casas entre as 20h30 e as 21h30. Em Lisboa, haverá uma caminhada e diversos monumentos estarão sem iluminação.

O objectivo é, como nos anos anteriores, tomar uma posição contra as alterações climáticas. Mas a WWF quer ir mais longe. A Hora do Planeta "deixou de ser só um desligar de luzes, mas uma plataforma de compromisso para o resto do ano", refere Ângela Morgado, do gabinete da organização em Portugal.

Foi neste sentido que, no ano passado, se lançou o projecto I will if you will ("Eu faço se tu fizeres"), que "convida pessoas de todos os cantos do mundo a fazerem os seus desafios a outros cidadãos de forma a que, juntos, se comprometam a combater o aquecimento global", pode ler-se na página electrónica da WWF.

"No ano passado, a Rússia aprovou uma lei de protecção dos mares" graças a um compromisso obtido neste projecto, diz Ângela Morgado, que refere ainda outros projectos, como o da reflorestação de 2700 hectares de terra no Uganda.

Em Portugal, são quase 60 os municípios que já fizeram compromissos para 2013. Loulé, por exemplo, vai passar a desligar o stand-by de todos os aparelhos eléctricos dos serviços camarários após o horário de trabalho. Em Alvaiázere, a câmara comprometeu-se a programar os relógios astronómicos para desligarem as luzes entre as 2h e as 4h.

Em Lisboa, o encontro para a caminhada - 1000 passos ao longo do Tejo - está marcado para o Cais da Viscondessa, em Santos (junto à Discoteca Urban Beach). Às 20h30, o vereador José Sá Fernandes desligará um interruptor simbólico. Monumentos como a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, a Ponte 25 de Abril, o Cristo Rei ou o Marquês de Pombal ficarão sem iluminação durante uma hora.