FIFA revela fax da votação de Pandev e Mourinho não consta

O capitão da Macedónia afirmou que tinha votado em José Mourinho para melhor treinador de 2012, mas o documento revelado pela FIFA contradiz a versão do jogador.

O documento que a FIFA revelou com a votação da Macedónia
Foto
O documento que a FIFA revelou com a votação da Macedónia DR

Primeiro foi José Mourinho a denunciar irregularidades na votação para os prémios da FIFA de melhor jogador e treinador de 2012. Depois surgiu a confirmação de Pandev, capitão da Macedónia, de que tinha votado no português mas que o seu voto tinha sido trocado. Agora, e depois de ter negado qualquer irregularidade, a FIFA revela o fax da votação da Macedónia e o nome de José Mourinho não consta.

Com a assinatura do capitão e do seleccionador macedónios, o documento revela que Pandev atribuiu a pontuação máxima a Del Bosque - o espanhol que viria a conquistar o prémio de melhor treinador de 2012 - nem sequer constando o nome de José Mourinho entre os três eleitos.

Numa entrevista, José Mourinho tinha apontado a existência de irregularidades na votação para os prémios da FIFA de 2012 como o motivo por não se ter deslocado à gala. Na mesma entrevista, o treinador português revelou que tinha recebido telefonemas de pessoas que lhe garantiram terem votado nele e que, após a publicação dos votos, perceberam que a sua vontade tinha sido alterada.

Posteriormente, Pandev, antigo jogador de Mourinho no Inter e actual futebolista do Nápoles, veio publicamente confirmar a versão do português, dizendo que tinha votado em Mourinho para melhor treinador do ano e que, posteriormente, verificou que o seu voto tinha sido entregue a Del Bosque.

Ora, o fax agora revelado pela FIFA, revela que de facto, Pandev votou em Del Bosque, num documento em que consta a sua assinatura.

Sugerir correcção