Francisco vai lavar os pés a jovens presos

A capela de uma casa de correcção para menores será palco da celebração de quinta-feira santa.

Papa Francisco durante a sua missa inaugural na terça-feira
Foto
Papa Francisco durante a sua missa inaugural na terça-feira AFP

As cerimónias de quinta-feira santa – altura em que a Igreja Católica recorda a última ceia de Cristo com os seus apóstolos – não vão ser nas basílicas de S. Pedro ou de S. João de Latrão, como era costume. O Papa Francisco vai celebrar missa na capela de um instituto penal para menores, "num contexto de grande simplicidade", refere a Santa Sé em comunicado.

O Instituto Penal Masculino e Feminino Casal del Marmo, uma prisão para menores, nos arredores de Roma, foi o local escolhido por Francisco para celebrar no próximo dia 28. Bento XVI visitou esta casa em Maio de 2007.

O "lava-pés" faz parte da cerimónia de quinta-feira santa, recordando o momento em que Jesus, segundo a Bíblia, num sinal de humildade, lavou os pés aos discípulos. Neste caso, Francisco lavará e beijará os pés a 12 jovens que estão presos naquela instituição.

O porta-voz do Vaticano confessou, segundo a Reuters, não se recordar de quando foi a última vez que a cerimónia não se realizou em S. Pedro ou em S. João de Latrão.

Na Argentina, enquanto arcebispo, Francisco celebrava a quinta-feira santa em prisões, hospitais, lares de terceira idade ou com os mais pobres. O objectivo é manter a tradição de estar com os que mais precisam. Com esta celebração "o Papa Francisco dá continuidade ao seu costume que é caracterizado por um contexto de grande simplicidade", acrescenta o comunicado.