Evereste e Kilimanjaro nos Mapas Google

A neve do Kilimanjaro nos Mapas Google
Foto
A neve do Kilimanjaro nos Mapas Google D.R.

O Google parece empenhado em fotografar praticamente todos os locais do planeta e pôr o resultado à disposição de quem está confortavelmente sentado ao computador. Depois da Antárctica e do fundo do oceano, o serviço de mapas passou a incluir fotografias de quatro das montanhas mais altas do mundo.

As novas imagens disponibilizadas nos Mapas Google incluem fotografias a 360º próximas do cume do monte Kilimanjaro, o mais alto de África, com 5896 metros. As fotos permitem ver o famoso pico nevado, que deu origem a um conto de Hemingway e a dois filmes, um dos quais baseado naquele conto do escritor americano.

Há também fotografias tiradas num dos acampamentos na base do Evereste, o que inclui imagens do interior das estruturas que abrigam os montanhistas.

As imagens foram captadas por uma equipa liderada por um engenheiro do Google que é montanhista amador. O grupo subiu também ao Aconcagua, na Argentina, que faz parte da cordilheira dos Andes e é o ponto mais alto da América (o cume está a 6962 metros de altitude), e ao monte Ebrus, na Rússia (5642 metros).

As fotografias tiradas são panorâmicas e de grande resolução (embora os montanhistas não tenham levado o pesado equipamento tipicamente usado para as fotos do Street View), mas não são as primeiras imagens do género a aparecer nos Mapas Google, aos quais vários utilizadores já tinham acrescentado imagens das respectivas expedições, através de um serviço de partilha de fotos chamado Panoramio, que funciona em integração com os Mapas.