Papa Francisco mantém brasão de arcebispo de Buenos Aires

Debaixo do brasão, lê-se uma frase em latim, "miserando atque eligendo", que quer dizer "olhou-o com misericórdia e escolheu-o".

Foto

O Papa Francisco adoptou como brasão o mesmo que usou enquanto arcebispo de Buenos Aires, que faz referência à Companhia de Jesus, ordem religiosa a que pertence.

Debaixo do brasão, lê-se uma frase em latim, "miserando atque eligendo", que quer dizer "olhou-o com misericórdia e escolheu-o", que se refere a uma passagem da Bíblia que conta como Jesus Cristo escolheu Mateus, um cobrador de impostos, para seu discípulo.

A frase provém de uma homilia proferida por São Beda, o Venerável, um monge inglês que nasceu no século VII. Nela, o santo descreveu como Jesus viu Mateus sentado à mesa de cobrador e lhe disse "Segue-me", vendo-o "mais com o olhar interior do seu amor do que com os seus olhos".

O Vaticano explicou que a homilia influenciou o percurso espiritual do papa Francisco, que por isso escolheu a citação como seu lema. Jorge Mario Bergoglio tornou-se arcebispo metropolitano de Buenos Aires no dia 28 de Fevereiro de 1998.