Obama pede ao Irão que "reduza tensões" causadas pelo nuclear

Antes de ir a Israel, Presidente dos EUA gravou mensagem para assinalar Ano Novo iraniano, pedindo medidas "imediatas e significativas" de Teerão".

Obama vai a Israel pela primeira vez na quarta-feira
Foto
Obama vai a Israel pela primeira vez na quarta-feira Jewel Samad/AFP

O Presidente Barack Obama pediu ao regime iraniano que tome medidas “imediatas e significativas para reduzir as tensões causadas pelo seu programa nuclear controverso”, numa mensagem vídeo gravada de propósito para assinalar o Nourouz, o Ano Novo iraniano, divulgada dois dias antes da primeira visita do Presidente norte-americano a Israel.

“Logo que entrei em funções [em Janeiro de 2009], fiz uma proposta ao Governo iraniano: quando cumprisse as suas obrigações internacionais, poderíamos retomar de novo relações entre os nossos dois países, e o Irão poderia recuperar o lugar que lhe é devido no seio da comunidade das nações”, afirmou Obama, neste vídeo com legendas em persa. Os EUA e o Irão romperam relações em 1979, após a revolução islâmica.

“Os dirigentes iranianos dizem que o programa nuclear é para a investigação médica e para produzir electricidade. Mas até agora os dirigentes  não foram capazes de convencer a comunidade internacional que as suas actividades nucleares tinham fins pacíficos”, sublinhou o Presidente.

“Serão necessários esforços importantes e sustentados para resolver os numerosos desacordos entre o Irão e os Estados Unidos, que incluem as inquietudes do mundo inteiro, graves e cada vez mais elevadas, sobre o programa nuclear iraniano, que ameaça a paz e a segurança na região e no mundo”, sublinhou Obama, garantido que os Estados Unidos preferem uma solução diplomática e pacífica à disputa sobre o direito ao nuclear que o Irão mantém com o resto do mundo.

Na quarta-feira, Barack Obama inicia uma viagem de quatro dias pelo Médio Oriente, que o levará, também
a Jordânia, além de Israel. O Irão deverá ser um dos tópicos importantes na sua agenda

O Governo israelita até criou um aplicação para telemóvel para quem estiver interessado em seguir a agenda de Barack Obama em Israel, tal é o interesse que a primeira viagem do Presidente norte-americano àquele país está a gerar.