Sonae Indústria teve prejuízo de 99 milhões em 2012

O volume de negócios do grupo baixou 2% e as vendas caíram 3% no ano passado.

Foto
A Sonae Indústria pertence ao universo empresarial de Belmiro de Azevedo Nelson Garrido

A Sonae Indústria apurou um prejuízo de 99 milhões de euros em 2012, anunciou o grupo nesta quarta-feira.

Já a margem de EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) aumentou 28%, de 76 milhões de euros para 97 milhões.

A empresa do sector dos derivados de madeira, do universo de Belmiro de Azevedo (Sonae, dona do PÚBLICO), admite em comunicado que 2012 foi um ano “difícil devido à instabilidade macroeconómica global, à crise da dívida soberana e às dúvidas quanto à sobrevivência do euro”.

Presente em nove países diferentes, seis deles europeus, o grupo tem vindo a ressentir-se da situação da construção na Europa. No ano passado, registou uma diminuição de 3% no volume de vendas e um decréscimo de 2% no volume de negócios.

Durante o ano de 2012, a Sonae Indústria encerrou a fábrica de Knowsley no Reino Unido, perante dificuldades de reconstrução na sequência de um incêndio em Junho de 2011.

A empresa iniciou também negociações para fechar a fábrica de Solsana, em Espanha, devido à quebra acentuada da procura no país, onde as licenças para construir novas habitações caíram 44%.