Bayern goleia no jogo mil de Jupp Heynckes

Os bávaros bateram o Werder Bremen por 6-1 e seguem imparáveis rumo a mais um título na Bundesliga.

Heynckes vai ser substituido por Guardiola no final da época
Foto
Heynckes vai ser substituido por Guardiola no final da época Guenter Schiffmann/AFP

O Bayern Munique prossegue o seu “passeio” triunfal na Bundesliga, rumo ao 23.º título. Neste sábado, recebeu e goleou o Werder Bremen por 6-1, em encontro da 23.ª jornada da prova.

No jogo 1000 de Jupp Heynckes no primeiro escalão da Alemanha, entre jogador e treinador, os bávaros somaram o 19.º triunfo, ao qual juntam três empates e uma derrota, com 63 golos marcados e oito sofridos, e passaram a contar, provisoriamente, mais 18 pontos do que o bicampeão Borussia Dortmund, segundo.

O holandês Arjen Robben, aos 25’, e o espanhol Javi Martinez, aos 29’, resolveram tudo ainda na primeira meia-hora, para, aos 44’, os visitantes ficarem ainda em maiores dificuldades, com o vermelho directo ao austríaco Sebastian Prodl.

Contra 10, o “onze” de Jupp Heynckes não teve dificuldades em partir rumo à goleada, construída com um golo na própria baliza do checo Gebre Selassie, aos 49’, um “bis” de Mario Gomez, aos 51’ e 89’, e um tento do francês Franck Ribéry, aos 86’.

Pelo meio, aos 58’, o belga Kevin De Bruyne apontou o tento de honra do Werder Bremen, que sofreu a 11.ª derrota na prova e segue no 12.º lugar.

Hannover marca cinco

Nos outros embates disputados este sábado, destaque para o Hannover, que goleou em casa o Hamburgo por 5-1, com a ajuda do português Sérgio Pinto, que actuou os 90 minutos.

O senegalês Mame Diouf, aos sete minutos, o húngaro Szabolcs Huszti, aos 39’, de grande penalidade, o marfinense Didier Ya Konan, aos 45’ e 68’, e o norueguês Mohammed Abdeloaoue, aos 85', apontaram os golos dos anfitriões.

Por seu lado, o holandês Rafael van der Vaart concretizou, aos 13’, de grande penalidade, o golo do Hamburgo, que se manteve no sexto lugar, com 34 pontos, agora apenas mais um do que o Hannover, sétimo classificado.

Em bom plano esteve também o Augsburgo, que recebeu, bateu por 2-1 e ultrapassou na tabela o Hoffennheim, rumo ao 16.º posto, graças a um golo do sul-coreano Dong-won Ji e outro de Sascha Molder. O belga Igor de Camargo reduziu nos descontos.

O empate foi o resultado dos outros três jogos já realizados, um na sexta-feira (0-0 no Friburgo-Eintracht Frankfurt) e dois já este sábado (1-1 no Estugarda-Nuremberga e no Mainz-Wolfsburgo).