AC Milan deixa o Barcelona em apuros na Liga dos Campeões

Os italianos venceram em San Siro por 2-0 e vão a Espanha disputar em vantagem o acesso aos quartos-de-final.

Boateng no momento do remate que valeu o 1-0
Foto
Boateng no momento do remate que valeu o 1-0 Giuseppe Cacace/AFP

Foi na segunda parte que tudo se decidiu em San Siro. O AC Milan não só travou o ataque do Barcelona como conseguiu infligir ao adversário dois duros golpes (2-0), dos quais terá de recuperar na segunda mão dos oitavos-de-final para continuar em prova na Liga dos Campeões.

Kevin Boateng, aos 57', baralhou as contas de um Barcelona a jogar em ritmo baixo. Na sequência de um livre - e de um ressalto na mão de Zapata -, rematou cruzado para o canto inferior direito da baliza de Valdés.

Foi a partir daí que o jogo ganhou alguma dinâmica, mesmo que o Barça não tenha feito muito para virar o resultado. A compacta defesa rossonera deu sempre conta de Lionel Messi e o futebol de ataque dos catalães sofreu com isso.

Aos 81', num corte incompleto de Puyol, Niang solicitou El Shaarawy, o italiano de origem egípcia assistiu Muntari, que rematou de primeira para o segundo golo da noite.

Foi o golpe fatal num Barcelona que não conseguiu um remate à baliza digno desse nome. Um pontapé de Iniesta para fora e outro de Xavi, na sequência de um livre, foram a melhor amostra possível num ataque que não funcionou.

Com este resultado, o AC Milan irá jogar em Camp Nou com uma vantagem de dois golos, a mais ampla que alguma vez conseguiu sobre o Barça, a jogar em casa, na maior competição europeia de clubes.

Primeira parte decisiva em Istambul

Se espremermos a primeira metade do Galatasaray-Schalke 04, ficamos com o que de melhor ofereceu o jogo. Burak Yilmaz, aos 12', provou que, mesmo com Drogba no "onze", continua a ser o goleador de serviço. O avançado turco apontou o seu sétimo golo na competição, o oitavo da sua equipa.

Com os adeptos da casa em euforia, o Schalke não se amedrontou e chegaria ao empate numa boa combinação atacante, que terminou com um passede Farfan para o golo de Jermaine Jones, em frente a Muslera, mesmo ao cair do pano da primeira parte (45'). 

O resultado construído no primeiro tempo não sofreu alterações e os alemães vão jogar a segunda mão da eliminatória, em Gelsenkirchen, no dia 12 de Março, com ligeira vantagem.
 
 

Sugerir correcção