Chávez anuncia regresso a casa

Presidente Venezuelano recorre ao Twitter para anunciar que está de volta a Caracas, onde vai prosseguir os tratamentos oncológicos.

Na semana passada, o Governo de Caracas divulgou as primeiras fotografias de Chávez em dois meses
Foto
Na semana passada, o Governo de Caracas divulgou as primeiras fotografias de Chávez em dois meses Carlos Garcia Rawlins/Reuters

O Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, internado desde Dezembro em Cuba, regressou ao país. O anúncio foi feito nesta segunda-feira na conta oficial na rede Twitter.

Três tweets publicados com um intervalo de três minutos, por volta das 8h40 de Portugal continental, anunciam o regresso "à Pátria venezuelana" e agradecem ao povo, à Venezuela, a Cuba, a Fidel e a Raul Castro.

O estado de saúde de Chávez, 58 anos, foi, nos últimos meses motivo de controvérsia, em parte devido à falta de informações. Reeleito em Outubro de 2012, foi internado em Dezembro em Havana, para tratamento a um cancro na região pélvica que lhe foi diagnosticado em 2011.

Segundo informação colocada também no Twitter por ministros venezuelanos, o Presidente está agora no Hospital Militar de Caracas, onde prosseguirá os tratamentos.

Numa curta declaração na estação estatal da Venezuela, o ministro da Comunicação (e genro de Hugo Chávez), Ernesto Villegas, informou que o Presidente aterrou no aeroporto de Caracas às 2h30 e seguiu imediatamente para o hospital. O vice-presidente Nicolás Maduro entrou na emissão para exprimir a sua "felicidade" com o regresso do líder ao país. 
Na sexta-feira da semana passada, o Governo de Caracas divulgou as primeiras fotografias de Chávez em dois meses. Nelas surge com a edição de quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2013, do jornal cubano 
Granma na mão, está sorridente e com as filhas ao lado.

Hugo Chávez não era visto desde 10 de Dezembro de 2012, quando foi internado em Havana, para uma quarta cirurgia num período de 18 meses No quarta-feira da semana passada, o vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, dissera estava a passar para uma nova etapa do tratamento, e que essa fase iria ser, também, "complexa e difícil". No entanto, e como anteriormente, não foi divulgado nenhum boletim clínico de Chàvez, nem avançada qualquer informação sobre o tipo de tratamentos a que será submetido.