Carne de cavalo encontrada em lasanhas na Alemanha

Supermercado TiP está a retirar o produto das prateleiras, após a descoberta. UE pede aos países para que realizem testes de ADN para despistar a carne de cavalo.

Foto
Os matadouros romenos estão sob suspeita das autoridades francesas Daniel Mihailescu/AFP

Mais um episódio da fraude com carne de cavalo na Europa. Agora foi um supermercado alemão a detectá-la em lasanhas congeladas que deveriam ser de carne de vaca.

Todas as lasanhas da marca TiP estão nesta quinta-feira a ser retiradas das prateleiras, anunciou a cadeia de supermercados alemã Real, depois de ter descoberto que também esse produto continha carne de cavalo. 

Outros estabelecimentos estão agora a verificar se os seus produtos têm o mesmo problema. A União Europeia pediu aos Estados que façam testes de ADN à carne transformada, para identificar eventuais vestígios de carne de cavalo.

As autoridades alemãs suspeitam de um lote de lasanha que chegou à Renânia do Norte-Vestfália, vindo do Luxemburgo. A entrega terá ocorrido algures entre os meses de Novembro de 2012 e Janeiro de 2013.

A fraude da venda de carne de cavalo misturada na carne picada de vaca foi descoberta quando foi detectada carne de cavalo em lasanhas ultracongeladas da marca sueca Findus, à venda no Reino Unido e na Irlanda.

Publicitados como carne de vaca, esses produtos continham afinal 100% de carne de cavalo. Mas os problemas podem não se ficar por aí: a Agência para as Normas Alimentares (FSA) do Reino Unido suspeita que possa ter acontecido também na venda de carne para hambúrgueres e espetadas.

Suspeitos de terem fornecido a carne de cavalo ou de terem participado no embuste o matadouro Peter Boddy e a Farmbox Meats Ltd. viram todo o seu material apreendido e a actividade suspensa. Foram confiscadas as carnes, assim como toda a documentação existente nos locais, inclusive listas de clientes.

Depois do Reino Unido,foram detectados na terça-feira vestígios de carne de cavalo em refeições pré-cozinhadas em França, com a marca Picard a anunciar que retiraria dos supermercados uma lasanha e um chili.

Na terça-feira houve uma reunião informal em Bruxelas dos 16 países afectados pela crise da carne de cavalo encontrada em grandes quantidades em comida congelada - da marca Findus e não só - cujas etiquetas dizem ser apenas de vaca, mas o caso vai ser discutido de forma mais aprofundada no próximo Conselho de Ministros da Agricultura da UE, a 25 de Fevereiro.

Estão em estudo alterações nos testes aos alimentos e também na etiquetagem dos produtos. Algo complicado, uma vez que a origem dos ingredientes dos pratos processados pode mudar diariamente, dizem os fabricantes.

Sugerir correcção