Ronaldo marcou, mas De Gea segurou o empate

Real Madrid e Manchester United empataram 1-1 no Santiago Bernabéu.

Cristiano Ronaldo não festejou o golo marcado ao Manchester United
Foto
Cristiano Ronaldo não festejou o golo marcado ao Manchester United Juan Medina/Reuters

O encontro entre Real Madrid e Manchester United, na primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, foi electrizante mas ficou-se pelo empate (1-1).

A equipa orientada por José Mourinho dominou a partida, teve mais oportunidades de golo, mas viu o guarda-redes De Gea fazer uma mão cheia de excelentes intervenções que evitaram outro resultado.

No entanto, apesar da boa exibição dos merengues, até foi a equipa de Alex Ferguson a adiantar-se no marcador, aos 20’: na sequência de um pontapé de canto, Danny Welbeck saltou mais alto que os defesas e bateu o guarda-redes Diego López.

Só que a vantagem dos red devils durou apenas dez minutos. E o golo do Real Madrid surgiu num lance semelhante: Cristiano Ronaldo saltou e fez um grande cabeceamento, sem hipóteses para De Gea.

A partir daí, as oportunidades sucederam-se, mas não houve mais golos. Özil, lançado em velocidade, dominou a bola e rematou forte (38’), mas De Gea opôs-se bem. O alemão voltou a ter o golo nos pés no minuto seguinte, mas desperdiçou a ocasião.

Já na recta final do primeiro tempo foi Cristiano Ronaldo a cabecear mal, após cruzamento de Fábio Coentrão.

O segundo tempo começou da mesma forma: com o Real Madrid a ameaçar a baliza do Manchester United. Di María, que fez uma boa exibição, disparou forte aos 53’, mas ao lado. E Coentrão esticou-se para rematar após cruzamento de Khedira, mas De Gea defendeu com o pé (61’).

O guarda-redes espanhol voltou a brilhar aos 79’, travando o remate de Khedira.

Quanto ao ataque do Manchester United, as melhores oportunidades estiveram nos pés de Robin van Persie: o holandês rematou fortíssimo aos 72’, mas Diego López desviou a bola para a trave. No seguimento dessa jogada, van Persie ficou na cara do guarda-redes mas o remate saiu fraco e Xabi Alonso evitou o golo sobre a linha.

A decisão da eliminatória fica adiada para o jogo em Old Trafford.

Sugerir correcção